Autarquia quer “Jazz no Parque” como referência nacional

42
visualizações

Frederico Rosa destaca a primeira edição do festival “Jazz no Parque” como momento certo, para dar a conhecer o percurso do jazz no Barreiro e criar novos laços culturais

 

- Pub -

 

 

A primeira edição do festival “Jazz no Parque” promete inspirar barreirenses e visitantes, com talentos portugueses e internacionais de 28 a 30 de Junho.

Um evento organizado pela Câmara Municipal do Barreiro e pela Escola de Jazz do Barreiro, com o apoio da Antena 2 na divulgação, “Jazz no Parque” terá o Parque da Cidade como palco.

A grande promessa desta primeira edição é Jorge Moniz. O músico barreirense reconhecido no jazz em Portugal, não só vai actuar, como será o curador deste evento, que trará ao Barreiro grandes nomes do panorama internacional da música, através de uma “programação relativamente ecléctica”, considera.

O presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Frederico Rosa, afirma que a contagem decrescente para o Festival de Jazz já começou e recorda a importância do jazz para o concelho do Barreiro, onde se destacaram nomes como José António Batata.

Para além dos grandes nomes do jazz que passaram pelo Barreiro, gerações de barreirenses ficaram marcadas pela abertura da Escola de Jazz do Barreiro e pelas actuações de muitas big band’s e músicos a solo no Be Jazz Café.

Motivos que levam Frederico Rosa, a assumir “Jazz no Parque” como oportunidade de criar um “espaço livre e de convívio”, assim como novos hábitos na cultura e uma oportunidade para fundar “uma referência a nível nacional”, no jazz.

 

Uma geração de jazz

 

“Jazz no Parque” é assim apresentado pelo executivo municipal como uma produção que se ambicionava concretizar há algum tempo e para a qual surge, agora, o momento ideal.

Sara Ferreira, vereadora responsável pela Cultura, apresenta também a oportunidade de “Jazz no Parque” ser uma homenagem aos 20 anos da Escola de Jazz no Barreiro, celebrados em 2019.

O aniversário, contudo, não será somente da Escola de Jazz no Barreiro (EJB). Também a Big Band da EJB celebra 20 anos de palco e estará presente no festival, representando “a história do jazz no Barreiro”, segundo destaca José Monteiro, director musical desta Big Band.

Uma actuação que contará com cinco convidados especiais, Beatriz Nunes (voz), Rita Maria (voz), Luís Cunha (trompete), Francisco Andrade (saxofone tenor) e Iuri Gaspar (piano). Vai ter um repertório, “ diria, cem por cento barreirense”. Sendo estes “músicos que se relacionam com a escola, de forma muito íntima”, apresenta José Monteiro.

Comentários

- Pub -