Barreiro acredita que expectativas para concluir esquadra da PSP serão “correspondidas” pelo MAI

39
visualizações

Obras no terreno vão demorar sete meses. Vereador Rui Braga faz balanço positivo de encontro com o ministério. Nova esquadra da PSP estará operacional sete meses após o reinício dos trabalhos

 

- Pub -

O município barreirense reuniu na última segunda-feira, dia 17, com o Ministério da Administração Interna para informar aquele órgão governativo sobre o novo valor previsto pelo projectista para a construção da 5º esquadra da PSP, que vai custar cerca de um milhão e 100 mil euros e irá nascer no antigo edifício do Café Barreiro, situado no centro histórico da cidade. Em declarações ao jornal O SETUBALENSE, Rui Braga, vereador responsável pelas Obras Municipais, considera que “as novidades são positivas” e que “as nossas expectativas irão ser correspondidas a um aumento de quase meio milhão de euros, em relação à verba que é necessária” para a finalização das obras daquele equipamento das forças de segurança.

Após o encontro com o secretário de Estado e com o ministro Eduardo Cabrita, o actual executivo acredita que estão reunidas as condições “para tentar resolver a situação o mais rápido possível e saímos de lá com a sensação de que teremos boas notícias em breve”, acrescentou o vereador. “A câmara está pronta para avançar com a empreitada e assim que este pormenor do protocolo com o MAI seja ultrapassado, acreditamos que o ministério nos dê a verba para o efeito”, disse.

O autarca lembra que logo que seja reiniciada a obra, a mesma terá “uma duração de sete meses até à sua conclusão” e que, decorrido esse período, a nova esquadra “estará pronta e operacional” no Barreiro Antigo. “Mais do que satisfeito, estou confiante de que o ministério irá prosseguir com o projecto de construir a esquadra”, concluiu. º

Por Luís Geirinhas

Comentários

- Pub -