André Pinotes diz que o Barreiro fica melhor quando o PS está no Governo

65
visualizações

O elenco do novo Governo Constitucional inclui três barreirenses. Para o líder socialista André Pinotes este é facto a destacar, mas mais importante ainda é o investimento que o concelho atraiu nos últimos quatro anos, uma linha financeira que diz continuar

 

- Pub -

O PS do Barreiro está confiante que o Governo vai dar continuidade ao ciclo dos últimos quatro anos marcado pela “devolução de rendimentos, diminuição do desemprego, da pobreza e desigualdades sociais”, Assim diz o líder concelhio dos socialistas que acrescenta existir hoje um Portugal “numa trajectória de crescimento económico enquanto, em simultâneo, apresentava as melhores contas públicas da nossa democracia, recuperando a credibilidade internacional do País”.

Para o também deputado da República André Pinotes, os portugueses vivem hoje “uma renovada confiança no futuro” depois do último período de “estabilidade política e económica”, e a isto acrescenta, dirigindo-se aos barreirenses, “cumprimos e vamos continuar a cumprir”.

Em nota de imprensa dirigida às redacções, o socialista mostra a sua convicção de que “sempre que o PS está no Governo, o Barreiro volta a ser uma prioridade”. E relembra um largo pacote de investimentos como a criação da primeira Unidade de Transformação e Valorização de Bivalves do Rio Tejo, o investimento na recuperação do Hospital de Nossa Senhora do Rosário, a dotação de 741 mil euros para a construção da 5ª Esquadra da PSP, assim como a construção de novos balneários na Escola Básica do 2º e 3º Ciclos de Álvaro Velho e a criação do Gabinete de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica em articulação com a Câmara do Barreiro.

Entre mais de uma dezena de pontos que refere, André Pinotes refere ainda “o acordo de execução técnico-financeira tendente à construção do Aeroporto Complementar do Montijo/Barreiro, com a salvaguarda das travessias do Barreiro ao Montijo e Seixal e da futura terceira travessia sobre o Tejo”.

O presidente da concelhia socialista dá ainda relevo ao facto do XXII Governo Constitucional integrar três barreirenses, a convite do primeiro-ministro, António Costa. É o caso de Eduardo Cabrita, que continua como ministro da Administração Interna, Anabela Pedroso, Secretária de Estado da Justiça, e Patrícia Gaspar, Secretária de Estado da Protecção Civil.

Comentários

- Pub -