Barreiro assume Terceira Travessia do Tejo adiada e aposta no Seixal e Montijo

397
visualizações

Visita de António Costa ao Barreiro teve agenda dedicada a mobilidade e alterações climáticas.

 

- Pub -

O primeiro-ministro, António Costa, visitou hoje o Barreiro, para dar as boas-vindas aos novos autocarros da frota dos Transportes Colectivos do Barreiro, movidos a gás comprimido.  Uma medida que elogiou “ao abrigo do programa do Governo na protecção ambiental, com a meta de uma mobilidade verde no combate às alterações climáticas”.

Prestes a concretizar o total de uma nova frota TCB com 60 autocarros, prevista para Dezembro, Frederico  Rosa acompanhou António Costa até à estação intermodal de Coina, onde a comitiva passou para o modo ‘comboio da ponte’, em uma das novas composições do comboio Fertagus.

Para Frederico Rosa, presidente da Câmara Municipal do Barreiro, este foi “um momento incortornável, não só pelos veículos, mas também pelo passe social Navegante, ao qual é preciso dar a resposta correcta com mais transporte público, dada a procura crescente”.

Com uma agenda marcada pelo tema alterações climáticas e mobilidade, a visita de António Costa veio acender no Barreiro objectivo de melhorar as ligações a outros concelhos.

Mais ligações com ou sem aeroporto

Depois da visita de Costa, Frederico Rosa afirma que, “com ou sem aeroporto no Montijo as ligações do Barreiro a outros concelhos devem continuar a ser reforçadas”.

Com a negação da Terceira Travessia do Tejo confirmada, Frederico Rosa afirma que, “ninguém esperava que acontecesse nesta ou na próxima legislatura, contudo é essencial que continuemos a apostar nas pontes rodoviárias Barreiro-Seixal e Barreiro-Montijo, sobre as quais o primeiro-ministro afirmou a intenção de as colocar com prioridade no Plano Nacional de Investimentos”.

 

 

 

Comentários

- Pub -