Escola Anselmo de Andrade fecha por falta de auxiliares

138
visualizações

A Escola Básica e Secundária Anselmo de Andrade, em Almada, encerrou hoje, 7, por falta de auxiliares, obrigando cerca de 1 200 alunos a regressarem a casa, informou fonte do estabelecimento de ensino.

- Pub -

“Abrimos a escola de manhã, mas fechou por volta das 11h00. Temos muita gente doente e muita falta de pessoal”, avançou uma funcionária da Escola Anselmo de Andrade.

Segundo a mesma responsável, se a escola se mantivesse aberta, a partir das 15h45 iria “ficar sem ninguém”, uma vez que não existiam auxiliares para fazer o turno seguinte.

De acordo com o ‘site’ da Anselmo de Andrade, são cerca de 1 200 os alunos que frequentam esta instituição de ensino.

A Escola Anselmo de Andrade é sede de um agrupamento com o mesmo nome, que inclui a Escola Básica Feliciano Oleiro e a Escola Básica do Pragal, que hoje funcionaram normalmente.

No entanto, segundo a fonte da Anselmo de Andrade, nas escolas básicas “também falta pessoal”.

A agência Lusa tentou contactar a direcção do agrupamento, mas até ao momento não foi possível obter esclarecimentos.

Lusa

Comentários

- Pub -