Município prepara-se para assumir reparação das muralhas do Castelo

55
visualizações

Obra de 1 milhão vai ser objecto de candidatura a financiamento comunitário

A Câmara de Alcácer do Sal está a preparar-se para assumir a recuperação das muralhas do castelo, numa obra que deverá custar 1 milhão de euros e ser financiada em 85% por fundos comunitários.
Em reunião do executivo municipal, ontem, foi aprovado protocolo de cooperação, entre o município e a Direcção regional de Cultura do Alentejo (DRCA) com vista à apresentação da candidatura ao FEDER, em que a autarquia assume a gestão da obra e a DGRA fica responsável pela elaboração de todos os projectos.
Vítor Proença, presidente da Câmara, explicou que apesar de tratar-se de um Monumento Nacional, propriedade do Estado, e de uma competência da Administração Central, o município está disponível para esta solução e até para financiar parte dos 15% que a União Europeia não paga. O autarca comunista recordou que as muralhas, “sobretudo as do lado norte, estão em perigo, em risco”.
A proposta mereceu também a aprovação do PS, pela voz do vereador Gabriel Geraldo, que elogiou a posição da autarquia.
Na reunião de ontem foi aprovada também a alteração ao orçamento que vai permitir o reforço de verbas para alargar o pagamento de transportes aos estudantes. O município, que já paga a totalidade dos passes dos alunos do 1. ao 9.º ano, vai a partir de agora financiar também metade do valor dos passes dos alunos do secundário, do 10. ao 12.º ano.

Comentários

- Pub -