Barreiro: Novo custo da 5ª esquadra da PSP estará definido até início de Fevereiro

115
visualizações

Ministério da Administração Interna aguarda que executivo camarário apresente valor final do projecto, para que obras de requalificação do antigo edifício do Café Barreiro possam avançar

 

- Pub -

A actualização dos valores do protocolo das obras de requalificação do edifício para a instalação da 5ª esquadra da PSP, no centro do Barreiro Velho, deverá acontecer “dentro de alguns dias” e ao contrário do número inicialmente apontado, deverá mesmo ascender a mais de um milhão de euros, na sequência da revisão do projecto apresentado anteriormente, com capacidade para acolher um efectivo de 70 agentes. A garantia foi dada pelo vereador Rui Braga, na última sessão pública daquele executivo, após uma questão levantada sobre o assunto por Sofia Martins, vereadora eleita pela CDU, que demonstrou “alguma preocupação” relativamente à necessidade de melhorar as condições de trabalho das forças de segurança no concelho.

“Temos vindo a chamar à atenção para a intervenção que é necessária para a melhoria das condições na prestação dos serviços de segurança dos nossos efectivos policiais, seja da GNR como da PSP, pelo que era importante termos informações sobre a instalação da esquadra naquela zona, que é um pilar fundamental para darmos esse passo”, defendeu. Sofia Martins acrescentou que o esforço da autarquia não se deve prender apenas com “a necessidade de terminar uma obra”, mas também de “um equipamento que faz falta no centro da cidade, principalmente no Barreiro Velho”.

Em resposta à vereadora, Rui Braga sublinhou que “estamos a aguardar e está por semanas a revisão do projecto, que está a ser elaborado pelo mesmo projectista que o desenhou inicialmente, o que possibilitará à autarquia ter um novo valor do custo da obra”, explicou. “Temos mantido ainda contactos paralelos com a tutela a sinalizar este mesmo problema, que está a aguardar que o executivo apresente a proposta final para actualizar o protocolo que nos une e espero que até início de Fevereiro, tenhamos condições de lançar a empreitada”, e assim ter o acordo do Ministério da Administração Interna sobre o novo valor.

“É vontade da tutela que possamos concluir esta obra e estou inteiramente de acordo com as suas palavras de que, mais do que concluir uma obra, é preciso trazer a PSP para um local onde sabemos que faz falta”, concordando com a posição manifestada por Sofia Martins.

“Segurança é essencial  para a qualidade de vida das pessoas”

Recorde-se que o Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, presidiu à assinatura do auto de consignação da nova esquadra da PSP do Barreiro, tendo na altura assinalado a importância da política de policiamento de proximidade, que se aplica neste caso, tendo em conta o facto do edifício onde será instalado o equipamento, datado dos finais do século XIX, se situar no centro da zona histórica da cidade. A abertura da esquadra, para além de proporcionar melhores condições de trabalho, na perspectiva do governante, permitirá também “reforçar aquilo que é uma prioridade nacional – a imagem de segurança do país, da região e também do Barreiro”, pois “a segurança é essencial para a qualidade de vida das pessoas, mas também para o turismo e para o investimento estrangeiro”, referiu na altura. De acordo com o projecto inicial, a nova esquadra terá um conjunto de três pisos e um total de 778 metros quadrados.

Luís Geirinhas

Comentários

- Pub -