Setúbal relembrou cantora Luísa Todi

173
visualizações
Várias entidades depositaram flores junti ao busto de Luisa Todi

Nasceu no bairro do Troino, na cidade de Setúbal, e fez ouvir a sua voz pela Europa. Luísa Todi faria ontem 267 anos e autarquia e instituições voltaram a lembrar essa data, numa cerimónia onde foram depositadas flores junto ao seu busto

- Pub -

 

A Câmara de Setúbal e várias instituições do concelho homenagearam ontem a cantora lírica Luísa Todi, nome grande que marcou o panorama cultural em Portugal e outros países da Europa no século XVIII. Luísa Rosa de Aguiar nasceu no Bairro do Troino, na cidade do Sado, e faria 267 anos a 9 de Janeiro.

Durante a manhã realizou-se uma cerimónia com a deposição de flores junto ao busto erguido em homenagem à cantora lírica, na avenida com o seu nome.

“Setúbal tem o privilégio de ter tido um vulto cultural como foi Luísa Todi e que, depois de mais de dois séculos, continua a deixar rasto elevado por toda a Europa”, sublinhou o vereador da Cultura da Câmara Municipal, Pedro Pina, durante a cerimónia.

Pedro Pina, que depôs uma coroa de flores, destacou o legado deixado pela maior cantora lírica portuguesa de todos os tempos. “O seu papel na música clássica do século XVIII foi absolutamente inesquecível”, lembrou.

A cerimónia contou ainda com a deposição de flores pelos presidentes da União das Freguesias de Setúbal, Rui Canas, e do Coral Luísa Todi, Luís Fernandes, e por representantes da direcção da Liga dos Amigos de Setúbal e Azeitão, Rui Farinho, e da Universidade Sénior de Setúbal, Maria do Carmo Branco.

Presentes estiveram também o comandante da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal, Paulo Lamego, e representantes do Centro de Estudos Bocageanos, do Rotary Clube de Setúbal, do Agrupamento de Centros de Saúde Arrábida e da Força Aérea Portuguesa.

As comemorações do 267.º aniversário da cantora lírica prosseguem durante a tarde nos Serviços Centrais da Biblioteca Pública Municipal de Setúbal, com a apresentação do romance biográfico “Minha Irmã Luísa Todi”, de Maria Helena Ventura.

Luísa Todi, baptizada Luísa Rosa de Aguiar, nasceu a 9 de Janeiro de 1753 em Setúbal, na actual Rua da Brasileira, no Bairro do Troino, e morreu em Lisboa a 1 de Outubro de 1833, com 80 anos.

Em 1768 começou a sua carreira como actriz de comédia no “Tartufo”, de Molière, dedicando-se ao canto lírico apenas após o casamento com o napolitano Francisco Xavier Todi, violinista da orquestra do teatro.

Luísa Todi foi protagonista de uma carreira internacional riquíssima que a levou a actuar nos principais palcos europeus e a ser disputada pelas cortes espanhola, francesa, prussiana e russa.

Comentários

- Pub -