Rafael Gil bate recorde na Travessia da Baía

19
visualizações

Rafael Gil foi o grande vencedor da Travessia da Baía, prova que percorreu 1.500 metros nas águas de Sesimbra. Em vésperas de presença nos Jogos do Mundo, o nadador do Sporting fala num bom treino e mostra-se feliz por bater o recorde de uma prova na qual participou durante a infância.

 

- Pub -

O nadador Rafael Gil venceu no sábado a Travessia da Baía, um dos eventos que marca o calendário desportivo do município de Sesimbra. O atleta olímpico bateu o recorde de uma prova cuja primeira edição remonta a 1925 e fala numa conquista com valor sentimental.

“Estou em fase de preparação, porque para a semana parto para o Catar para participar nos Jogos Mundiais e esta prova acaba por ser mais um treino. Para mim é sempre bom estar aqui em Sesimbra porque representei clubes da margem sul – Naval Amorense e Sociedade Filarmónica União Artística Piedade – e durante cinco anos fiz sempre esta travessia. Disseram-me que bati o recorde da prova. O objetivo é sempre conseguir o melhor, encarar todas as provas como desafio e dar sempre o máximo”, disse o nadador do Sporting, que se sente confiante à entrada para mais uma prova internacional: “Estou numa das melhores formas de sempre, na semana passada ganhei o circuito nacional e agora quero ficar na primeira metade da tabela no Catar.”

Rafael Gil terminou com um tempo de 16 minutos e estabeleceu um novo recorde na prova. Em segundo ficou David Cristiano, da SFUAP, que terminou quase um minuto depois (16m58s), com Pedro Pinotes, do Sporting, a completar o pódio com um registo de 16m59s. Na vertente feminina a grande vencedora foi Beatriz Amantes, da SFUAP, que terminou em 26º na classificação geral com um tempo de 18m59s. “Já tinha participado há dois anos. Durante a prova fui sempre acompanhada e a tentar ultrapassar o máximo de pessoas. Acima de tudo, foi divertido”, disse a atleta.

Com mais de 90 anos de história, a Travessia da Baía voltou a contar com centenas de atletas – federados e não-federados – que superaram o desafio de 1.500 metros nesta edição de 2019.

Comentários

- Pub -