Gulodices do distrito na corrida às ‘7 Maravilhas de Portugal’

35
visualizações

As iguarias dos quatro concelhos estão entre as 420 seleccionadas de entre 907 candidaturas. Próxima fase do concurso reduzirá lista a 140 doces que serão, depois, votados pelo público

 

- Pub -

 

Das 21 gulodices tradicionais de cada distrito e regiões autónomas que foram apuradas para a próxima fase do concurso “7 Maravilhas Doces de Portugal” sete são de Setúbal, cinco de Alcácer do Sal, cinco de Palmela e quatro do Barreiro (ver quadro). As iguarias destes quatro concelhos representam o distrito sadino no lote de 420 doces seleccionados por um júri que avaliou um total de 907 candidaturas, anunciou na última quarta-feira a organização do certame.

Na fase que agora se segue, o painel de especialistas composto por 140 personalidades – sete de cada distrito e regiões autónomas – irá eleger sete doces por distrito e regiões autónomas, reduzindo a lista de 420 a 140 candidatos, que serão depois submetidas à votação do público nas eliminatórias distritais. A lista final das 140 iguarias será revelada a 7 de Maio em programa a emitir em directo pelo canal 1 da RTP. A votação do público acontecerá ao longo de 20 programas transmitidos em directo pela referida estação televisiva nos meses de Julho e Agosto, apurando-se em cada um desses programas um pré-finalista que passará às meias-finais.

“Uma novidade desta edição é a existência de um grande júri, órgão de deliberação constituído por sete figuras do espaço mediático, que será responsável pela repescagem de oito candidatos que se irão juntar aos 20 pré-finalistas apurados pelo público, resultando numa lista de 28 pré-finalistas”, revela a organização.

O lote de 28 será dividido, por sorteio, pelas duas meias-finais, agendadas para os dias 24 e 31 de Agosto. De cada uma das meia-finais sairão sete doces (14 no total) apurados, que disputarão a gala finalíssima a 7 de Setembro, igualmente com transmissão directa na RTP, sendo então escolhidos pelos portugueses os sete doces que serão eleitos como “7 Maravilhas de Portugal”.

Comentários

- Pub -