“Tem sido um desafio aliciante e é para continuar”

62
visualizações

Uma gestão proactiva e em sintonia com a estratégia de comunicação e marketing do Grupo Intermarché tem permitido uma sólida afirmação do projecto que Hugo Almeida abraçou há cinco anos atrás.

 

- Pub -

Com o mês de Dezembro ao virar da esquina o pensamento na quadra festiva começa a dominar o imaginário dos portugueses em geral. No seio dos responsáveis deste híper mercado na Moita, não podia ser diferente. Também por razões comerciais óbvias já se perspectiva o final de ano cada vez mais próximo. E foi por aqui que iniciámos a conversa que mantivemos com o gerente e proprietário do Intermarché da Moita. “É sempre uma época especial onde a afluência de clientes é maior. Para este ano temos boas e sustentadas perspectivas de que será um bom período de vendas. Estamo-nos a preparar para esse fluxo de trabalho extra e estaremos com certeza à altura da procura”, afirma confiante Hugo Almeida.

No ranking das 500 Maiores Empresas do distrito de Setúbal, que divulgamos nesta edição, o Intermarché da Moita está num sólido e motivador lugar 211.  Em 2019 “registamos mais clientes e mais vendas”, que advém acima de tudo, salienta Hugo Almeida, “da dinâmica e estratégia de comunicação do próprio Grupo Intermarché em termos globais, mas também acrescentamos algumas mudanças que, penso, ajudaram a este resultado, como o facto de termos começado a comprar peixe directamente na lota de Peniche e um novo fornecedor de porco preto de Barrancos”.

 

“Tem sido um desafio aliciante com muitas horas de trabalho dedicadas quer por mim quer pela minha mulher no sentido de melhorarmos sempre à medida que o tempo passa”

 

Em termos de investimentos 2019 fica marcado pela intervenção na estrutura original inaugurada em 1993. Obras de melhoramento na secção de padaria, renovação de cores, logos, identificação de corredores e garrafeira são intervenções que tornam o espaço mais atrativo para os clientes e acima de tudo mais prático e funcional. Para já este lifting focou-se no exterior do Intermarché mas para a fachada exterior também está prevista uma intervenção que deverá ter lugar no próximo ano.

Depois de várias passagens de testemunho ao longo dos anos, desde há cinco que o espaço é gerido pelo casal Hugo e Sandra Almeida. Qualidade, proximidade e confiança são os factores diferenciadores para o rumo ascensional que tem tido. Hugo Almeida está satisfeito com a aposta feita e diz que é para continuar. “Tem sido um desafio aliciante com muitas horas de trabalho dedicadas quer por mim quer pela minha mulher no sentido de melhorarmos sempre à medida que o tempo passa”. Depois do grande investimento pessoal e financeiro no projecto, o empresário garante que “nem me passa pela cabeça sair”. E mudar a sua postura de empresário/militante com a sua presença activa diária na gestão do espaço junto de clientes e colaboradores? “Nunca serei um gestor burocrata, primeiro porque não foi a educação que tive, e depois porque gosto do contacto com as pessoas. O atendimento ao público foi algo que sempre fiz na minha vida profissional”. Uma forma de gestão que Hugo Almeida considera “fundamental porque a loja é grande mas a estrutura é muito pequena com apenas 50 pessoas. O bom funcionamento e os resultados positivos depende muito de nós por isso tem de haver uma atenção constante a todos os pormenores. Perceber como o negócio funciona é vital para o sucesso”.

 

“Temos orgulho do trabalho que desenvolvemos com a Santa Casa da Misericórdia, com a Famílias com Esperança e também da parceria que mantemos com a Câmara Municipal para ajudar os mais necessitados”

 

As práticas na área da responsabilidade social são também uma imagem de marca desta gerência. “Individualmente ajudamos muito mais pessoas carenciadas do que é do conhecimento público mas também não fazemos questão da sua divulgação pública. Mas temos orgulho do trabalho que desenvolvemos com a Santa Casa da Misericórdia, com a Famílias com Esperança e também da parceria que mantemos com a Câmara Municipal para ajudar os mais necessitados”, realça o gerente.

O Intermarché da Moita é reconhecido pelo atendimento personalizado que oferece ao cliente, consequência imediata pela intervenção directa dos seus dois responsáveis, mas igualmente pela aposta diária na qualidade dos produtos regionais que garantem a frescura, qualidade e variedade dos produtos colocados em loja.

Para 2020, Hugo Almeida não entra em grandes detalhes mas está confiante “em mais um ano de crescimento”.

 

Por Luís Bandadas

 

Comentários

- Pub -