Factos e Figuras do Distrito 2018 – Concelho do SEIXAL

25
visualizações

FIGURA DO ANO

Dirce Noronha

- Pub -

 

Presidente da Associação de Moradores do Bairro da Jamaica (Vale de Chícharos), é tida como a activista social que esteve à cabeça das reivindicações por melhores condições de habitação de quem vive naquele bairro degradado.

Natural de São Tomé, veio para Vale de Chícharos, em Amora, há nove anos com uma bolsa para estudar Direito, mas interrompeu a Universidade para se dedicar apenas ao emprego.

A degradação das torres do bairro onde residiam 234 famílias levou a associação a reclamar novas habitações junto de várias entidades, uma luta persistente durante sete anos. Finalmente em Dezembro de 2018, as 64 famílias do Lote 10 foram as primeiras a ser realojadas em casa adquiridas pela Câmara do Seixal, com comparticipação do Governo.

Se tudo decorrer conforme o planeado, até 2022 todas as famílias estarão a residir em novas casas, terminando assim um pesadelo com três décadas.

 

FACTO DO ANO

Chumbo do Orçamento deixa obras na corda bamba

rbsh

Depois de fazer aprovar o Plano de Actividades e Orçamento 2019 em reunião de Câmara, o executivo municipal liderado pela CDU viu o documento ser chumbado em Assembleia Municipal. Foi a primeira grande consequência da força comunista ter perdido a maioria nas últimas Autárquicas.

O presidente da Câmara, Joaquim Santos, queria aprovar um Orçamento de 89 milhões de euros que previa a construções e remodelações de escolas, instalações desportivas, espaços de lazer e, ainda, a previsão de aumento salarial dos trabalhadores municipais. O novo quadro obriga-o a governar em duodécimos e encontrar soluções se quiser cumprir os seus planos.

Entretanto houve consequências políticas: O PSD tirou a confiança política ao seu eleito na Câmara por se ter abstido quanto ao Orçamento quando lhe foi indicado o voto contra, e o PS que votou contra viu os seus vereadores com pelouro perderem as pastas por decisão do presidente da Câmara.

Caso não haja entendimento para um novo Orçamento, o mandato autárquico promete novos capítulos de fricção política.

Voltar aos Factos e Figuras

Comentários

- Pub -