Triunfo categórico sobre o Extremadura confirma invencibilidade sadina na pré-época

12
visualizações

Éber Bessa, Semedo e Berto fizeram os golos no jogo de apresentação aos sócios

 

- Pub -

O Vitória FC despediu-se sábado dos jogos de preparação com um triunfo por 3-0 sobre os espanhóis do Extremadura. Na partida de apresentação aos sócios, os sadinos confirmaram o bom momento ao alcançarem o quinto triunfo em oito testes realizados, período em que também empataram três vezes, terminando a pré-época sem derrotas. Todos os golo no Bonfim surgiram na segunda parte e tiveram a assinatura de Éber Bessa, Semedo e Berto.

Numa primeira parte sem motivos de interesse, os anfitriões, que alinharam de início com os reforços Carlinhos e Hachadi, foram a equipa mais perigosa na primeira parte e podem apenas queixar-se de si próprios por não terem chegado ao intervalo na frente do marcador. O golo só não surgiu porque o guardião Casto travou o tiro de Nuno Valente, aos 30 minutos, e, aos 43, Éber Bessa errou o alvo num cabeceamento em que, sem oposição, podia ter feito melhor.

No segundo tempo, o Extremadura esboçou uma reacção, mas todas as incursões do conjunto do segundo escalão espanhol junto da baliza sadina, sobretudo através de remates de meia distância à figura de Makaridze, foram travados pelo guardião da Geórgia, que manteve a sua baliza inviolável até ao final do encontro

Aos 66 e 76 minutos, Éber Bessa, de livre directo, e Semedo, que cabeceou com êxito após um canto da direita, fizeram, respetivamente, o primeiro e segundo golos dos anfitriões, que foram aplaudidos por cerca de 1500 espectadores nas bancadas do Bonfim. Aos 90+1, o avançado Berto, que entrou na partida já no decorrer da segunda parte, fechou as contas do jogo. Após uma boa arrancada, o atacante rematou sem hipótese de defesa, para o 3-0 final.

No onze inicial, o treinador Sandro Mendes fez alinhar Makaridze, Mano, Bruno Pires, Vasco Fernandes, Sílvio, Semedo, Nuno Valente, Carlinhos, Éber Bessa, Hachadi e Zequinha. Na segunda parte também foram a jogo Artur Jorge, Tiago Castro, Berto, Guedes, Léo Chão, Leandro Vilela e Baba Fernandes, enquanto Milton Raphael, João Valido, Nuno Pinto, André Sousa, João Serrão, Luís Cortez, Mathiola, Kigi Sekgota e Mendy não saíram do banco de suplentes.

 

João Meira reforça defesa

 

O defesa central João Meira, que alinhava no Concordia Chiajna, da Roménia, foi contratado por uma época pelo Vitória e já assistiu num camarote do Bonfim à partida de apresentação aos sócios. O jogador, de 32 anos, que regressa a Portugal quatro anos depois de se ter transferido do Belenenses para os Chicago Fire, dos Estados Unidos, volta ao clube que representou na temporada 2005/06.

O central, que tem vínculo até 2020, com mais um ano de opção, não escondeu a satisfação por regressar a uma casa que já foi sua. “Estou extremamente feliz. Voltar ao Vitória, a esta casa que me diz tanto, esteve sempre no meu pensamento e é como se fosse a concretização de um sonho adiado de há 13 anos. Espero estar à altura para ajudar este enorme clube a concretizar todos os seus objetivos”, disse em declarações ao site oficial do clube.

 

Allef e Tomás Azevedo deixam Bonfim

 

Por estes dias houve também saída de jogadores do Vitória. O último a despedir-se do clube foi o avançado Allef. O clube informou ontem que chegou a um acordo para a transferência de do brasileiro para o FC Baltika, da Rússia. No âmbito do negócio, o conjunto setubalense assegurou a partilha de uma percentagem (30%) dos direitos económicos do jogador. Recorde-se que Allef chegou ao Bonfim em 2017, oriundo do Real Sport Clube, e de aí para cá realizou 19 jogos e apontou três golos ao serviço da equipa principal.

Antes de Allef, o Vitória já tinha anunciado no dia anterior que chegou a acordo com o Benfica para a transferência, a título definitivo de Tomás Azevedo. O negócio, informam os sadinos, “prevê uma partilha de direitos económicos (50% do passe) e a assinatura de um vínculo válido para as próximas cinco temporadas”.

Aos 18 anos, Tomás Azevedo termina assim um ciclo no Bonfim, onde chegou em 2011, proveniente do Fabril. Passou depois por outros clubes, antes de regressar, em 2016, e completar a sua formação em Setúbal. O Vitória agradece o contributo de Allef e Tomás Azevedo ao clube ao longo dos anos em que vestiram a camisola sadina e deseja-lhe as melhores felicidades.

 

 

Mourinho incentivou Vitória em Tróia

 

José Mourinho, ex-treinador dos ingleses do Manchester United, assistiu na manhã de sexta-feira, em Troia, ao treino do Vitória, clube de que é sócio desde que nasceu. “A usufruir de alguns dias de descanso, o técnico natural de Setúbal voltou a fazer questão de demonstrar o seu amor pelo clube sadino e marcou presença no Complexo Desportivo ao qual dá nome para rever amigos e deixar palavras de incentivo aos jogadores”, escreveu o clube na sua página oficial.

José Mourinho, que pousou para a posteridade ao lado do seu conterrâneo Sandro Mendes, treinador dos vitorianos, desejou as maiores felicidades à equipa treinada pelo seu conterrâneo Sandro Mendes. “Durante alguns minutos, o treinador português esteve à conversa com o grupo e, sempre num tom bem-humorado, fez votos de uma boa temporada, deixando a promessa de assistir a um jogo no Bonfim em breve”, revelaram os setubalenses.

Comentários

- Pub -