Amora e Olímpico do Montijo empatam na Medideira

37
visualizações

Amora e Olímpico do Montijo empataram a duas bolas no Estádio da Medideira, o Pinhalnovense goleou o Armacenenses (4-1) e o Desportivo Fabril venceu o Sintra Football por 3-1, resultado que faz renascer a esperança no Lavradio.

 

- Pub -

Terminou empatado o clássico Amora – Olímpico do Montijo, jogo que se aguardava com grande expectativa devido à posição intranquila vivida pelas equipas na tabela classificativa, situação que se mantém após a realização da 19.ª jornada porque nada se alterou.

O jogo foi disputado de forma renhida pelas duas equipas que se apresentaram com algumas novidades nos seus onzes iniciais, David Silva (ex-Lusitano de Évora) no Amora e Roncatto (ex-Casa Pia) no Olímpico do Montijo. Mas, no final da primeira parte estava tudo em branco porque nenhuma das equipas havia conseguido marcar.

Na segunda parte o Olímpico do Montijo colocou-se em vantagem, aos 54 minutos, com um golo marcado por Patrick num remate cruzado efectuado do lado direito do seu ataque para o poste mais longe. Pouco depois os treinadores mexem na estrutura suas equipas e o Amora acaba por dar a volta ao marcador com golos obtidos aos 75 e 81 minutos, o primeiro por Luís Elói e o segundo por Abel, com um potente remate de pé esquerdo desferido da zona da meia-lua que só parou no fundo das redes da baliza defendida por Bernardo Francisco.

O Amora começava a acreditar que poderia conquistar os três pontos mas o Olímpico também se mostrava inconformado e em consequência disso surgiu o golo da igualdade marcado por Karamoko, que tinha entrado cinco minutos antes para o lugar de Rúben Ribeiro.

Pinhalnovense regressa às vitórias

Excelente foi o resultado obtido pelo Pinhalnovense que goleou o Armacenenses por 4-1 num jogo em que foi claramente superior ao seu adversário. A vitória da equipa orientada por Luís Manuel começou a ser construída aos oito minutos com um golo de Bandeira ao concluir com êxito, de cabeça, um cruzamento efectuado do lado direito. Sempre com sinal mais na partida o Pinhalnovense aumentou a vantagem, aos 26 minutos, por David Calderón, e foi para o intervalo a vencer por 2-0. Na segunda parte a equipa algarvia entrou com vontade de minimizar a situação mas quem voltou a marcar foi a equipa de Pinhal Novo, desta vez por Leo (58’). Seguiu-se um período de menor intensidade com ambas as equipas a revelarem algum conformismo e por essa razão apenas nos minutos finais se voltaram a marcar golos. Fidalgo fez o quarto do Pinhalnovense aos 90+4’ e Camará fechou a contagem no minuto seguinte marcando o tento de honra da equipa algarvia.

Fabril com esperanças renovadas

Muito importante foi a vitória alcançada pelo Desportivo Fabril não só pelos três pontos conquistados mas também por ter sido obtida sobre um adversário directo. As coisas até nem começaram nada bem para a equipa do Lavradio que aos três minutos permitiu que o Sintra Football se adiantasse no marcador. O Fabril não se intimidou, continuou a praticar o seu futebol exercendo algum domínio mas o golo teimava em não aparecer, até que aos 43 minutos na cobrança de um penalti conseguiu igualar, por Celestino.  Na segunda parte o Sintra ainda ameaçou por mais de uma vez mas o Fabril acabou por resolver a questão com golos de Serifo (73’) e Seidi (76’), sendo este também de grande penalidade. Depois desta vitória a equipa fabril mantém-se na zona de despromoção mas ficou mais perto da linha e água.

 

Comentários

- Pub -