Paulo Gomes defende campanha limpa na apresentação da candidatura à presidência do Vitória

144
visualizações

Paulo Gomes, ex-vice presidente do Vitória FC, pediu hoje na apresentação da lista que encabeça às eleições do clube, realizada na Escola Sebastião da Gama perante 200 pessoas, que todos os candidatos façam uma campanha limpa ao ato eleitoral de 17 de Janeiro.

- Pub -

“Não contem comigo para denegrir adversários nem para essas guerras. Se o fizerem estamos a prejudicar a imagem do clube. Confesso ter medo que a campanha não seja limpa. A instabilidade é grande e são muitas listas e, por vezes, preocupam-se em derrubar os adversários em vez de apresentarem projectos sólidos e credíveis. Isso é mau para o Vitória porque a cidade merece um clube mais limpo, são e com massa crítica para o fazer o crescer”.

Quanto às razões pelas quais concorre às eleições, Paulo Gomes, que no passado mês de Dezembro apresentou a demissão da direcção com outros nove dirigentes, explica que o clube merece que lutem por ele. “Estou a avançar agora porque se passaram alguns factos durante estes últimos tempos que levaram a que a equipa com que trabalhava na direcção se demitisse. Tínhamos duas alternativas: ou íamos para casa descansar ou estaríamos aqui hoje. Achámos que o Vitória estava em primeiro e, por isso, estamos aqui para entrar numa nova luta”, referiu.

Durante a apresentação da lista, que tem Cândido Casimiro e João Martins como candidatos a líderes da mesa da Assembleia Geral e Conselho Fiscal e Disciplinar, respectivamente, Paulo Gomes assinou uma carta de compromisso com ambos em que ficou definido, entre outros pontos, a “realização imediata de uma auditoria às contas do clube e da SAD e a apresentação de uma proposta à alteração dos estatutos” caso sejam eleitos no próximo dia 17.

Comentários

- Pub -