Director desportivo demite-se e treinador também sai por solidariedade

106
visualizações

João Gomes, um nome de referência no CCD Brejos de Azeitão, demitiu-se dos cargos que ocupava, e, Lívio Semedo, treinador da equipa de futebol sénior também saiu por solidariedade para quem o contratou.  

 

- Pub -

 

O Centro Cultural e Desportivo Brejos de Azeitão está a viver momentos conturbados devido a questões de ordem interna que levaram o director desportivo João Gomes a apresentar o seu pedido de demissão, no decorrer da semana passada.

Na sequência desta decisão está também consumada a saída de Lívio Semedo, treinador da equipa de futebol sénior, que só compareceu ao jogo de Corroios por “respeito aos jogadores”. A situação ocorreu na quinta-feira, dia em que foi feita a convocatória, porque a equipa já não treinou no dia seguinte.

Segundo o nosso jornal conseguiu apurar os jogadores estiveram reunidos e colocaram em cima da mesa a hipótese de não comparecerem ao jogo em Corroios, mas foram desaconselhados a fazerem isso.

A equipa compareceu, fez o jogo, mas a instabilidade gerada no seio do grupo teve efeitos negativos no seu rendimento e a derrota acabou mesmo por acontecer.

Pelo que conseguimos saber há jogadores que já manifestaram a sua vontade em deixar o clube e existem outros que estão na disposição de continuar para não deixarem ‘morrer’ a equipa de futebol sénior que esta época se apresentava no campeonato com objectivos bem definidos. O brilharete feito na Taça AF Setúbal, num grupo bastante difícil, que culminou com o apuramento para a segunda fase da competição, é exemplo disso mesmo.

Contactado pelo nosso jornal, Lívio Semedo confirmou a sua saída que é irreversível mas adiantou apenas que “João Gomes foi o homem que me contratou e me deu todas as condições e eu achei que devia ser solidário com ele”.

João Gomes, para além de director desportivo era também coordenador técnico do clube, treinador da equipa de juvenis e vice-presidente desportivo da direcção, cargos que cessaram com a sua demissão.

Comentários

- Pub -