Baliza vitoriana deverá ter novo dono no jogo da Taça de Portugal

15
visualizações

Treinador Sandro Mendes promove algumas alterações no jogo de domingo (14:00 horas) com o Águias do Moradal

 

- Pub -

As certezas sobre o onze a apresentar pelo Vitória FC na visita de domingo (14:00 horas) ao reduto do Águias do Moradal, da 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, só serão dissipadas no domingo, dia em que ambos os clubes lutam por um lugar na próxima fase da prova. No entanto, é plausível que o treinador Sandro Mendes proceda a algumas alterações na equipa, podendo a novidade surgir logo na baliza.

O guarda-redes georgiano Makaridze, titular indiscutível dos sadinos que está há semana e meia ao serviço da sua selecção [anteontem foi suplente no triunfo, 2-3, da Geórgia sobre Gibraltar], só hoje se deverá juntar ao grupo de trabalho, onde tem os colegas de posição e o treinador de guarda-redes Diego Silva à sua espera. Esse motivo, aliado ao facto de poder promover alguma rotatividade no plantel, poderá dar a oportunidade a Milton Raphael ou João Valido de se estrearem pela equipa principal.

Caso a escolha recaia sobre Milton Raphael, de 28 anos, o brasileiro, que em 2018/19 fez duas partidas pela equipa principal e 14 pelos sub-23, fará a sua estreia na presente temporada. O jogador tem a concorrência de João Valido, jovem formado no Vitória, que voltou ontem a treinar com a equipa depois de ter sido anteontem titular na Selecção nacional de sub-20 [derrota por 3-4 em jogo de preparação com a Itália].

João Valido, de 19 anos, chegou à ‘cantera’ setubalense há uma década, conseguindo nesse período evoluir ao ponto de ser, nos últimos anos, chamado com regularidade aos trabalhos das Selecções jovens. Apesar de Milton Raphael ser mais experiente, a política de aposta na prata da casa poderá pesar na hora de Sandro Mendes decidir quem vai calçar as luvas frente ao Águias do Moradal, da 1.ª divisão distrital da Associação de Futebol de Castelo Branco.

Além da baliza, Sandro Mendes, mesmo não fazendo nenhuma revolução no onze, poderá proceder a mudanças noutras zonas do terreno, algo que já tinha acontecido a 5 de Outubro no duelo da Taça da Liga com o Sp. Covilhã (empate 1-1). Na altura, emm relação ao jogo da semana anterior no campeonato (derrota 1-0 com o Benfica), o treinador promoveu quatro alterações: Mano, Jubal, Carlinhos e Éber Bessa foram as novidades em detrimento de Sílvio, Artur Jorge, Leandrinho e Nuno Valente.

A quatro do golo 600 na Taça de Portugal

O Vitória pode no domingo na localidade de Estreito, concelho de Oleiros, atingir a marca dos 600 golos na Taça de Portugal. Com um total de 596 golos, os sadinos estão a quatro remates certeiros de atingir as seis centenas de golos na prova rainha, tornando-se o sexto emblema a atingir esse feito.

Numa lista liderada pelos denominados três ‘grandes’, o Vitória é o sexto clube mais concretizador na competição, sendo, à excepção de Benfica (1431), FC Porto (1156) e Sporting (1122), apenas ultrapassado no número de golos marcados por Belenenses (719) e V. Guimarães (607).

Caso estejam domingo com a pontaria afinada no reduto do Águias do Moradal, conjunto que na eliminatória anterior afastou o Torreense da competição (1-0), os sadinos, que têm no palmarés a presença em 10 finais e três Taças de Portugal conquistadas, podem atingir o número redondo e, mais importante, manter aceso o sonho de regressar ao Jamor.

Por curiosidade, refira-se que entre os jogos que mais contribuíram para o facto de os vitorianos estarem perto dos 600 golos estiveram as goleadas aplicadas na recepção ao Praiense, 11-0 em 1970/71, e o 0-9 na visita ao reduto do Ançã, em 1976/77.

Da mesma forma que Vitória já esmagou equipas de escalões secundários na Taça de Portugal também já teve dissabores. As derrotas, ambas por 1-0, com o Mirandela, da 2.ª Divisão, em 2011/12, e com o Oriental, da 2.ª Liga, em 2014/15, são a prova disso mesmo. Sandro Mendes já alertou a equipa para a necessidade aplicação máxima para que a objectivo de seguir em frente seja uma realidade.

Depois do treino de ontem em Palmela, local em que o guarda-redes João Valido foi a novidade depois de estar ao serviço dos sub-20 de Portugal, o plantel retoma hoje a preparação do embate com o Águias do Moradal, desta vez no Complexo Desportivo da Várzea, a partir das 15:00 horas.

 

Comentários

- Pub -