Taça de Portugal preparada com “seriedade, profissionalismo e brio”

24
visualizações

Sandro Mendes e Berto já comentaram o resultado do sorteio que ditou um duelo com equipa da 1.ª divisão distrital de Castelo Branco

 

- Pub -

 

Apesar de faltar ainda semana e meia para a estreia do Vitória FC na edição 2019/20 da Taça de Portugal, a equipa treinada por Sandro Mendes prepara já com afinco o encontro frente ao Águias do Moradal, conjunto que milita na 1.ª divisão distrital da Associação de Futebol de Castelo Branco.

Frente ao emblema do Estreito, localidade do concelho de Oleiros, os setubalenses estão focados em ultrapassar a terceira eliminatória da competição de modo a apurarem-se para a fase seguinte. Não obstante a diferença entre os clubes, ninguém em Setúbal espera facilidades no duelo previsto para 20 de Outubro.

Logo que foi conhecido o resultado do sorteio, o timoneiro dos sadinos deixou um aviso aos perigos de defrontar emblemas mais modestos que procuram ser tomba-gigantes. “Calhou-nos uma equipa da distrital e é por essa razão que é Taça de Portugal. Nesta prova há muitas surpresas”, avisou.

Para evitar dissabores, Sandro Mendes vincou a necessidade de os vitorianos não esperarem facilidades no jogo com o Águias do Moradal, que na ronda anterior da prova afastou o Torreense (triunfo 1-0), do Campeonato de Portugal, da Taça. “Se não encararmos os jogos como todos, com seriedade, profissionalismo e brio, pode haver surpresas. Vamo-nos preparar para que isso não aconteça”.

Opinião parecida tem o avançado Berto, jogador que por estes dias se encontra ao serviço da Selecção de Cabo Verde, e que não hesita em apontar o Vitória como favorito a chegar à fase seguinte. “Sabemos que somos muito superiores, mas, se entrarmos em campo com essa mentalidade e não trabalharmos, pode haver surpresas”, alerta.

O atacante, de 23 anos que cumpre a sua segunda temporada em Setúbal, disse, ainda na passada semana, depois de saber o resultado do sorteio da Taça de Portugal, que a equipa não vai fazer distinção entre o Águias do Moradal e outro qualquer adversário do campeonato. “Vamos entrar em campo como se se tratasse de um jogo contra uma equipa da nossa qualidade ou superior à nossa”.

25 jogadores no treino em Palmela

Com vários jogadores ao serviço das selecções – Makaridze (Geórgia), João Valido (sub-20 de Portugal), Mansilla (sub-23 da Argentina) e Berto (Cabo verde) – o plantel treinou ontem em Palmela com 25 elementos. Além dos internacionais, o defesa Jubal, que fez ontem tratamento e foi submetido a um exame depois de contrair uma lesão na coxa direita no jogo de sábado da Taça da Liga com o Sporting da Covilhã, também não esteve às ordens de Sandro Mendes. Tal como ontem, o plantel volta hoje, 10 horas, a treinar em Palmela.

Testes com sub-23 (sexta-feira) e Mafra (sábado)

Entretanto, o treinador dos setubalenses vai aproveitar a pausa na competição para realizar dois jogos de preparação nos próximos dias. Na sexta-feira, pelas 10:30 horas, em Tróia, o teste será diante da equipa de sub-23, enquanto no sábado, também pelas 10:30, o adversário será em Mafra diante do conjunto da 2.ª Liga. À semelhança do que acontece neste tipo de jogos de preparação, o técnico vai poder dar minutos aos jogadores menos utilizados nas provas oficiais.

Paulo Rodrigues suspenso

Depois de em Abril de 2019, um comunicado do Vitória ter dado conta de que o empresário Paulo Rodrigues deixou um rasto de destruição no Estádio do Bonfim, o clube anunciou anteontem a suspensão de funções, válida por um ano, do associado Paulo Rodrigues, escreveu ontem A Bola.

 

Segundo o diário desportivo, a queixa seguiu os seus trâmites e ontem [anteontem] o Conselho Fiscal e Disciplinar tornou pública a decisão de o punir: “O Sr. João Paulo Rodrigues terá uma suspensão de direitos por um ano, que será comunicada por carta para a morada existente na gestão de sócios e será considerada desde 22 de Abril de 2019, pois já estava suspenso. Sendo assim terminará a 22 de Abril de 2020”.

No mesmo processo “Celeste Rodrigues levará uma repreensão verbal ou escrita”, enquanto João Paulo Teixeira “foi ilibado e deverá manter os direitos como sócio”.

Jovens tiveram formação sobre Leis do Jogo

Decorrente do plano de formações instituído pelo Departamento de Futebol Formação, o Vitória, entidade formadora ‘Quatro Estrelas’ pela Federação Portuguesa de Futebol, o clube continua a realizar acções de formação sobre as Leis de Jogo junto dos vários escalões que compõem as equipas de formação.

A iniciativa mais recente decorreu na passada sexta-feira no Auditório da Escola Secundária Sebastião da Gama onde foi realizada uma acção de formação às equipas de sub-13, sub-14 e sub-16, que vão competir nos campeonatos distritais da Associação de Futebol de Setúbal de futebol de 11.

A acção, sobre Leis de Jogo, foi ministrada pelo ex-árbitro Luís Ramos, do Núcleo de Árbitros de Setúbal. Num texto publicado na página oficial do clube na Internet, o Vitória agradece ao Núcleo de Árbitros de Setúbal a disponibilidade, bem como à Escola Secundária Sebastião da Gama a cedência do espaço.

Comentários

- Pub -