Guarda-redes Makaridze cumpre jogo 50 na I Liga na recepção ao Portimonense

24
visualizações

Georgiano procura manter domingo a baliza do Vitória a zeros pela sexta vez em sete jogos realizados em 2019/20

 

- Pub -

 

Makaridze, guarda-redes do Vitória FC, cumpre na partida de domingo diante do Portimonense, a contar para a sexta jornada da I Liga, o jogo 50 no escalão principal e quer assinalar o número redondo com a conquista dos três no Bonfim. Além do objectivo prioritário de contribuir para o triunfo da equipa, o guardião georgiano vai tentar manter a baliza inviolável pela sexta vez nos sete jogos oficiais que os sadinos contabilizam em 2019/20.

Tal como sucedeu nas 11 partidas que realizou pelo clube na temporada transacta, Makaridze tem sido uma das figuras incontornáveis dos vitorianos na época actual. A prová-lo está o facto de ter impedido Tondela, Moreirense e Gil Vicente [0-0 foi o resultado nesses jogos do campeonato] Moreirense e SC Braga [triunfos sadinos por 1-0 na Allianz Cup e I Liga, respectivamente] de marcarem golos à equipa, algo que só o FC Porto conseguiu [4-0].

Desde que se estreou no escalão principal português, aa 13 de Agosto de 2016, dia em que ao serviço do Moreirense viu a sua equipa empatar (1-1) com o Paços de Ferreira, o guardião, de 29 anos, cumpriu 33 partidas pelos cónegos em 2016/17 e 16 pelos vitorianos [11 em 2018/19 e cinco na presente época]. Antes do treinador Pepa ter apadrinhado a sua estreia na I Liga, Makaridze já tinha em Portugal actuado em 2014/15 e 2015/16 pelo Feirense na II Liga.

 

Inspiração para a Taça da Liga

 

A cerca de três semanas da estreia do Vitória na edição 2019/20 da Taça da Liga, o internacional A pela Geórgia pode servir de inspiração aos colegas com quem partilha o balneário no Bonfim. A razão deve-se ao facto de Makaridze ter no currículo a conquista do troféu ao serviço do Moreirense, clube que arrecadou a Taça em 2016/17, após derrotar na final da competição o SC Braga, por 1-0.

No Bonfim, o guarda-redes não é o único que já conheceu a sensação de erguer a Taça da Liga. O actual treinador principal Sandro Mendes, que em 2007/08 capitaneou o Vitória no triunfo obtido na final da diante do Sporting (3-2 nas grandes penalidades após 0-0 no tempo regulamentar), também tem o título no seu palmarés. O defesa Sílvio, com três taças da Liga, todas ao serviço do Benfica (2014, 2015 e 2016), também está no lote de vencedores.

Refira-se que os setubalenses estão integrados no Grupo B da competição com o Benfica, V. Guimarães e Sp. Covilhã. A estreia dos comandados de Sandro Mendes na fase de grupos está agendada para 12 de Outubro, dia em que a equipa viaja até à cidade serrana da Covilhã para defrontar, na primeira jornada, o actual líder da II Liga. Os duelos com os vimaranenses e as águias, ambos terão lugar em Setúbal, realizam-se em Dezembro.

 

Fim-de-semana pintado a verde e branco

 

À semelhança do que aconteceu em anos anteriores, o clube volta a reunir a família vitoriana numa iniciativa que em 2019 tem a denominação de ‘Fim-de-semana do Vitoriano’. Na programação do evento, que decorre amanhã (a partir das 10 horas) e domingo no jardim do Bonfim, destaca-se uma caminhada que tem início às 9:30 horas de domingo, dia em que a equipa principal defronta o Portimonense, em jogo da 6.ª jornada do campeonato.

O objectivo da iniciativa passa por fazer da festa uma mola aglutinadora da população da cidade para que compareçam no estádio para apoiar o Vitória no duelo com o conjunto algarvio. A organização do Fim-de-Semana do Vitoriano revelou que o “evento contará com treinos livres de futebol das Escolinhas do clube, uma prova de e-Sports, jogos tradicionais e insufláveis para os mais novos”.

A animar o parque do Bonfim, que terá entrada livre, “haverá também música, animação e a instalação de um ecrã Led, onde se poderá reviver imagens de momentos de glória do clube”, lê-se no texto publicado sobre o evento na página oficial do clube na Internet.

Comentários

- Pub -