Só Olímpico do Montijo e Pinhalnovense não perderam

8
visualizações

Dois empates e duas derrotas foi o saldo das equipas da região, que disputam o Campeonato de Portugal nesta jornada, resultados que não satisfazem em nada as suas pretensões.

 

- Pub -

Dos dois empates, aquele que se pode considerar mais positivo foi alcançado pelo Olímpico do Montijo em Évora, onde defrontou o Lusitano, especialmente por ter sido obtido em terreno alheio. A equipa comandada por José Rachão, que ao intervalo vencia por 1-0, nunca esteve em desvantagem e liderou o marcador até aos 80 minutos.

Na primeira parte Karamoko colocou o Olímpico em vantagem com o golo que marcou aos 18 minutos. O Lusitano chegou ao empate na segunda metade do encontro por Sócrates (50’) mas os montijenses voltaram a colocar-se na frente, desta vez com um golo de Kenedy (64’) marcado logo após ter entrado em campo em substituição de um companheiro mas algum tempo depois (80’) João Nobre estabeleceu o resultado final.

 

Pinhalnovense empata em casa

 

No Campo Santos Jorge, onde o Pinhalnovense recebia o Sintrense, tudo terminou da forma como começou; ou seja, com o marcador em branco. Depois do excelente resultado obtido na jornada anterior era de esperar mais a equipa de Pinhal Novo e na verdade até poderia ter saído do encontro com os três pontos porque em termos globais foi superior à equipa de Sintra mas os jogos ganham-se com golos e nesta partida, embora tenha tido algumas oportunidades, não conseguiu. Na 1.ª parte o Pinhalnovense foi superior e mandou no jogo. A segunda decorreu mais equilibrada mas feitas bem as contas ao que aconteceu não ficam dúvidas que se tivesse que haver um vencedor teria que ser o Pinhalnovense.

 

Fabril derrotado no Estádio Alfredo da Silva

 

No Estádio Alfredo da Silva, o Desportivo Fabril não conseguiu travar a onda vitoriosa do Louletano que conta por vitórias os jogos disputados e acabou por ser derrotado com um golo sofrido no início da segunda numa saída rápida para o ataque concluída por Erick Castro, golo que aconteceu nitidamente contra a corrente de jogo. De qualquer forma, importa salientar que a vitória assenta bem à equipa algarvia porque foi superior em quase todos os capítulos. O Fabril ainda reagiu ao golo sofrido mais foi incapaz de inverter a situação.

 

Amora perde na Medideira com Alverca

 

Quem continua a desiludir neste início de campeonato é o Amora que somou no jogo que disputou com o Alverca a segunda derrota em casa e continua sem marcar qualquer golo, após a conclusão da terceira jornada. Nesta partida, pode dizer-se que a equipa foi infeliz porque depois de uma primeira parte bem disputada em que poderia ter marcado em mais que uma ocasião, viu-se a perder por 1-0 num lance infeliz de Tiago Duque que fez autogolo, aos 73 minutos. A equipa acusou o golo pela negativa, pouco depois sofreu novo golo  na sequência de um remate desferido por Erick Mendes da zona da meia lua e nunca mais se encontrou.

Comentários

- Pub -