Vitória manifesta “total tranquilidade” perante “ataque vil” do Chaves

Vitória venceu (1-2) em Chaves, na penúltima jornada, e celebrou a permanência

50
visualizações

Vitória FC manifestou segunda-feira em comunicado “total tranquilidade e confiança” em relação às pretensões do Desportivo de Chaves, que os sadinos apelidam de “ataque vil”, em ocupar a vaga dos sadinos na I Liga.

- Pub -

Em causa está o recurso apresentado pelos transmontanos ao Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol por alegadas falhas nos pressupostos financeiros apresentados pelo conjunto setubalense.

“O Vitória Futebol Clube sublinha que sempre cumpriu os regulamentos delineados pelas entidades competentes e procedeu à inscrição da sua equipa no principal escalão do futebol português seguindo os pressupostos exigidos”, lê-se no documento emitido.

Os setubalenses lembram que lembram que a actuação dos flavienses já foi seguida no passado por outros clubes que não conseguiram a permanência dentro do campo. “Semelhante prática já foi adoptada, nas últimas três épocas, por clubes que, dada a incapacidade para alcançarem os seus objectivos dentro de campo, tentaram consegui-lo por outros meios, gerando apenas ruído, pois os resultados são os conhecidos”, referem.

Em resultado do recurso apresentado pelo Chaves, o Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol suspendeu a participação de ambos nas provas profissionais, I e II Ligas, respectivamente, devendo o veredicto ser conhecido antes do arranque oficial da época.

Segundo apurámos, a Comissão de Auditoria da Liga já terá respondido com um parecer reforçado com documentação adicional e mantendo a mesma decisão: ou seja, validando a inscrição dos setubalenses que em 2018/19 terminaram a prova na 13.ª posição, com 36 pontos, mais quatro que os transmontanos (16.º classificado).

Comentários

- Pub -