«A nossa ambição é sempre dar o melhor para podermos ser a surpresa do campeonato»

41
visualizações

Defesa Mano não esconde objectivo vitoriano para época 2019/20

 

- Pub -

O defesa Mano chegou há um ano ao Vitória FC e, depois de uma época desgastante em que a equipa só conseguiu assegurar a permanência na penúltima jornada da I Liga, manifesta o desejo de ajudar a equipa a realizar um campeonato tranquilo sem deixar de olhar para a parte de cima da tabela. “A nossa ambição é sempre dar o melhor para podermos ser a surpresa do campeonato”.

Por entre elogios ao plantel, que tem desde sexta-feira o quartel-general montado no Luso, o lateral, de 32 anos, fez questão de vincar a posição da equipa em relação ao treinador Sandro Mendes. “Estamos todos com o Sandro e vamos dar a vida por ele”. Sábado, 10:30, no Centro de Estágios de Luso, os sadinos fazem o primeiro teste diante do Oliveira do Hospital.

 

A equipa começou a trabalhar há mais de uma semana. Que balanço faz da pré-época?

Está a ser diferente das últimas pré-épocas que fiz. Está a ser dura, mas é para isso que esta fase serve. Temos de trabalhar nos limites e testá-los. Está a ser positiva, com boas sensações. Os jogadores estão a ter uma entrega espectacular.

Pela sua experiência, sente que tem um papel a desempenhar para ajudar os mais novos a integrarem-se?

Já tenho muitos anos de I Liga e penso que sou uma mais-valia ao poder passar algumas mensagens a quem chega agora.

Ao longo da sua carreira actuou em várias posições. Apesar de ultimamente ter jogado mais como lateral-direito, sente-se uma espécie de todo-o-terreno?

Estou sempre disponível para ajudar a equipa onde o treinador precisar. Vou sempre dar o meu melhor. Se tiver de jogar à frente, atrás, na esquerda, na direita irei dar sempre o meu melhor.

Qual a posição onde se sente melhor?

Agora é a lateral-direito. Jogava a médio defensivo mas já há muitos anos que não faço essa posição. Sinto-me bem na direita.

Foi colega de Carlinhos (Estoril) e Guedes (sub-20). O que podem acrescentar estes dois reforços?

Ambos são jogadores de grande qualidade. Tenho mais memória do Carlinhos porque trabalhei recentemente com ele. É um bom jogador e vai trazer muita qualidade à equipa. Se se preparar bem e estiver mentalmente bem vai trazer muito à equipa. No caso do Guedes, já trabalhei com ele há muitos anos. Tem potencial e é um bom ponta-de-lança. Vai trazer qualidade ao nosso ataque, oxalá faça muitos golos.

As suas duas últimas épocas foram sofridas [desceu de divisão com o Estoril em 2017/18 e ajudou à salvação do Vitória na penúltima jornada de 2018/19]. Espera que há terceira tenha uma época mais tranquila?

O nosso pensamento é melhorar sempre de um ano para o outro. Espero que desta vez as coisas corram melhor, as coisas não se arrastem até aos últimos jogos e que a consigamos rapidamente o máximo de pontos para fazer um campeonato mais tranquilo. É isso que os vitorianos e nós, jogadores, queremos. Estamos focados em fazer uma boa campanha e não deixar arrastar a decisão até aos últimos jogos.

É crucial fazer um bom arranque de campeonato?

É sempre importante começar bem, mas isso não quer dizer que não se consiga reverter a situação se se arrancar mal. Lembro-me que na época passada o Moreirense não começou bem e fez uma excelente época.

 

Jogadores também sofrem muito

 

Pode ser o ano em que o Vitória pode terminar na primeira metade da tabela ou até poder suceder ao Moreirense como surpresa do campeonato?

A nossa ambição é sempre dar o melhor para podermos ser a surpresa do campeonato, tal como outras equipas também o querem ser. Queremos ser melhores. Se me perguntarem o que quero respondia que queria ganhar todos os jogos. Temos de apontar para cima e fazer o máximo de pontos para dar alegria aos adeptos do Vitória que tanto merecem. Nós, jogadores, também sofremos muito e não é isso que queremos. Queremos alegrias e acredito que este pode ser um ano positivo. Todos vão dar o máximo de si para que corra bem. É o que todos desejamos.

Começar época com Sandro Mendes é uma vantagem?

Sabemos a carreira que teve como jogador e está agora a começar como treinador. Acreditamos na mensagem que passa ao grupo. Estamos todos com o Sandro e vamos dar a vida por ele, que também quer o melhor para o Vitória.

Formação vitoriana certificada com 4 estrelas

Em comunicado publicado na página oficial, a direcção do Vitória revelou ter cumprido com os requisitos mínimos de acesso, bem como os critérios obrigatórios respectivos, ficando desde o início desta semana classificada como Entidade Formadora Certificada em 4 Estrelas. No mesmo documento, o emblema setubalense refere que “o Processo não pára aqui”, manifestando o desejo de subir de atamar. “O que temos que fazer, para que em consonância com o nome e história do clube, é obter as 5 estrelas”. Recorde-se que antes da actual direcção entrar em funções, o Vitória era Entidade Formadora Certificada com Reservas.

Comentários

- Pub -