«Penso muito em ganhar um troféu pelo Vitória»

33
visualizações

Médio Nuno Valente revela ambição de conquistar taça com a camisola setubalense

 

- Pub -

A cumprir a sua segunda temporada em Setúbal, o médio Nuno Valente, de 27 anos de idade, confidenciou a sua ambição em alcançar títulos ao serviço do Vitória FC. “Sonho ganhar um troféu pelo Vitória. Penso muito nisso e vamos ver se acontece este ano”, disse o atleta contratado ao Arouca em 2018/19.

Após mais um dia de trabalho no Centro de Estágios do Luso, o jogador mostrou-se também optimista na realização de uma época tranquila. “O objectivo principal é não sofrer tanto e não entrar para os últimos oito ou nove jogos a pensar que se não fizermos pontos descemos de divisão. O objectivo passa por aí. Queremos fazer uma época tranquila”.

 

Qual o balanço dos primeiros dias de estágio numa época em que a maioria dos jogadores transita para a época que se iniciou há uma semana?

Está a ser uma semana dura e tem de ser assim para estarmos fortes no início da temporada. O grosso da equipa manteve-se e isso é positivo para nós. Quem chegou tem assimilado bem as ideias do mister e nós também o ajudamos com isso.

Na temporada de estreia em Setúbal fez quatro golos. O que espera fazer este ano?

O ano passado iniciei bem a época, mas depois passei uma fase em que não fui opção tantas vezes para o treinador. Espero que este ano isso não aconteça e que consiga ter uma época regular e que possa superar os números que tive de golos e assistências.

Evitar aflição para atingir a permanência também está no pensamento…

Claro. O objectivo principal é não sofrer tanto e não entrar para os últimos oito ou nove jogos a pensar que se não fizermos pontos descemos de divisão. O objectivo passa por aí. Queremos fazer uma época tranquila.

Os reforços que chegaram até ao momento são mais-valias para ajudar a atingir essa meta?

Sim. Quem chegou tem potencial para nos ajudar e serem importantes na equipa. Queremos que todos os que chegarem sejam deste nível.

Como viu a perda de um jogador tão importante como foi o avançado Jhonder Cádiz?

Foi muito importante para nós, mas agora é passado. Saiu e agora temos, por exemplo, miúdos dos sub-23 que estão a treinar connosco e parecem-me ter potencial para fazer esquecer o Cádiz.

Qual a sua maior referência no futebol?

O Óliver, do FC Porto. Gosto bastante dele e identifico-me com o seu estilo de jogo. É uma referência no campeonato português.

E já jogou contra ele…

Sim, várias vezes. Na minha estreia na I Liga, quando fui para o Arouca, já tinha dito que gostava dele e continuo a dizê-lo porque o acho um jogador fabuloso.

Já conseguiu trocar de camisola com Óliver?

Não (risos), ainda não consegui. Pedi-lhe na última vez que fomos ao Dragão só que ele disse que já a ia dar a um colega e não consegui. Pode ser que seja este ano (risos).

Que mensagem deixa aos adeptos do Vitória?

Peço-lhes que estejam ao nível do ano passado. Ajudaram-nos bastante e a prová-lo esteve o apoio que nos deram em Chaves, que foi fundamental. Estejam tranquilos e confiem na equipa porque vamos dar uma boa resposta este ano.

Aos 27 anos qual a maior sonho que gostaria de atingir?

Sonho ganhar um troféu pelo Vitória. Penso muito nisso e vamos ver se acontece este ano. Quero que a época me corra muito bem e, claro, tenho a ambição de jogar num clube de patamares superiores.

Sandro e Meyong, treinador e adjunto, respectivamente, já ganharam taças pelo Vitória. Podem servir de inspiração…

Sim, é verdade. Temos a felicidade de estar a trabalhar com elementos da equipa técnica que já foram jogadores e ganharam troféus pelo Vitória.

 

Moçambicano Kamo-Kamo nos sub-23

O internacional moçambicano Kamo-Kamo Cumbana está próximo de ser reforço da equipa de sub-23 do Vitória. A notícia foi avançada pelo LanceMZ, órgão de comunicação daquele país africano que revela ter sabido do negócio junto de fonte ligada à direcção do Clube Ferroviário de Maouto.

Os dois clubes já têm a transferência apalavrada com os sadinos para a transferência da jovem promessa de Moçambique para o conjunto treinado por Chiquinho Conde. Além do treinador, Kamo-Kamo irá juntar-se a outros compatriotas, nomeadamente Amâncio “Neymar” Canhemba e Bruno Langa, este último recém-contratado.

 

Análise à cedência de ações da SAD por parte do município: Conselho Vitoriano reúne hoje

A sala de reuniões do Estádio do Bonfim é hoje, a partir das 21 horas, palco de uma reunião do Conselho Vitoriano, órgão consultivo do clube sadino. Em cima da mesa vai estar a análise à recente cedência por parte da Câmara Municipal de Setúbal, a título gratuito, da totalidade das acções [dezasseis mil e onze acções, correspondentes a oito por cento do capital social] que tinha subscritas da SAD vitoriana.

Ao que apurámos, após a decisão da autarquia, o clube tem, de acordo com normas estatutárias, de fazer a aceitação da doação das acções. Recorde-se que a aquando da decisão de cedência gratuita das acções por parte da Câmara Municipal, a edil Maria das Dores Meira considerou que “a decisão contribui, decisivamente, para o reforço do clube e da sua capacidade de intervenção nesta sociedade anónima, reforçando, também, os poderes dos sócios na governação da SAD”.

 

Comentários

- Pub -