Pinhal Novo agiganta-se no fim-de-semana

1008
visualizações

Festival internacional promete atrair milhares

 

- Pub -

O Festival Internacional de Gigantes (FIG) vai animar a vila do Pinhal Novo no próximo fim-de-semana com um total de 30 espectáculos, desde teatro de rua, marionetas, músicas do mundo, circo, dança a gigantones, que prometem atrair milhares de visitantes.

A 10.ª edição do evento arranca pelas 20h00 de sexta-feira, 5, junto à estátua dos gigantes, na Praça da Independência, e prolonga-se até domingo.

O certame, bienal, “é uma referência maior no cartaz cultural da região e do país”, afirmando-se como “uma festa que germina o sonho e o imaginário em públicos de todas as idades”, considera Luís Miguel Calha, vereador da Cultura na Câmara Municipal de Palmela.

As ruas do Pinhal Novo vão ser invadidas por gigantes, bombos, formas animadas, gaiteiros e máscaras, num cruzamento das artes tradicionais com as expressões mais contemporâneas do teatro, da música e da dança. Este ano, destaca o autarca, o FIG vai contar com “espectáculos de companhias oriundas de sete países: Espanha; Brasil; China; Argentina; Portugal; Síria e Marrocos”.

Da programação, a autarquia destaca “a música árabe dos Al-Bashirah, os espectáculos ‘Papers’ do Xarxa Teatre, ‘Olea’, pelo Visitants Teatro (Espanha), e ‘Calor’, de Jean Philippe Kikolas, de Espanha”. Mas realça igualmente “os espectáculos ‘Oyun’, pelo El Fedito, da Argentina, ‘Insomnio’, pelo Teatro do Mar (Portugal), e o ‘O2 Oxigen’, pela PIA/Long Fung (Portugal/China)”. À animação juntam-se também os espaços onde será possível degustar a gastronomia regional.

“A integração do FIG na rede internacional EFFE – European Festivals, Festivals For Europe –, que reúne festivais de 45 países europeus, no seguimento de uma candidatura apresentada pela Câmara Municipal de Palmela, representa o reconhecimento deste como um dos maiores festivais europeus”, afirma Luís Miguel Calha sobre o certame que insere-se ainda na candidatura de Palmela à Rede de Cidades Criativas da UNESCO, na área da música.

O certame é organizado pela Câmara Municipal em conjunto com os parceiros Bardoada – O Grupo do Sarrafo, Acção Teatral Artimanha (ATA), Associação Juvenil COI e Projectos de Intervenção Artística (PIA).

“Com esta iniciativa o município e os seus parceiros afirmam o selo da enorme qualidade da actividade cultural no concelho, numa aposta num modelo participado de organização”, vinca o vereador a concluir.

 

Comentários

- Pub -