«Espero fazer melhor do que fiz no Estoril para poder ajudar o Vitória»

110
visualizações

Reforço brasileiro Carlinhos mostra-se confiante no seu regresso a Portugal

 

- Pub -

 

Dos cinco reforços já contratados pelo Vitória FC para 2019/20, o avançado Carlinhos, cedido pelos belgas do Standard de Liège, foi o primeiro (e único até ao momento) a trabalhar às ordens do treinador Sandro Mendes. O brasileiro, de 25 anos, que em 2016/17 tinha representado o Estoril, confessa ter ficado feliz pela possibilidade de regressar a Portugal para vestir a camisola vitoriana.

“Estava no Brasil e ligaram-me a dizer que queriam contar comigo. Também estou a precisar de voltar a fazer uma boa época e, como é um campeonato que já conheço e Portugal é um país em que me dei bem, aceitei na hora”, disse, revelando ter recolhido opiniões positivas d o Vitória junto de dois compatriotas seus que conhecem o clube. “Dankler e Mano foram meus colegas no Estoril e passaram-me boas informações da equipa e das pessoas que estão aqui”.

Já com duas sessões de trabalho realizadas no Complexo Desportivo Municipal de Palmela com os seus novos colegas, Carlinhos, nas primeiras declarações como atleta do clube, mostrou-se optimista para a etapa que tem pela frente em Setúbal. “Estou confiante. Já fiz uma boa época aqui, joguei a Liga e conheço o campeonato. Espero repetir ou até fazer melhor do que fiz no Estoril para poder ajudar o Vitória da melhor forma possível”.

O atacante, que tem no seu percurso passagens pelo futebol brasileiro, alemão, suíço, português e belga, recusa-se a estabelecer uma meta de golos, mas sempre adianta que que quer melhorar o desempenho de há dois anos na equipa da Linha. “Não tenho uma meta traçada, mas espero fazer muito mais do que os quatro que fiz em 12 jogos no Estoril [em 2016/17]. Se as coisas correrem bem, posso aumentar esse número”.

Reforços Hachadi e Guedes esperados hoje

Depois do brasileiros Carlinhos, O Setubalense – Diário da Região apurou que o marroquino Hachadi e o português Guedes deverão ser os próximos reforços a começar a trabalhar às ordens do treinador Sandro Mendes. Ambos os avançados, contratados ao Ol. Khourigba (Marrocos) e Al Dhafra (Emirados Árabes Unidos), respectivamente, podem já hoje, no treino agendado para Palmela, juntar-se ao plantel.

Cova da Piedade junta-se ao Birmingham no Torneio do Sado

O Cova da Piedade, clube do concelho de Almada que disputa a II Liga, junta-se ao Vitória e aos ingleses do Birmingham City na segunda edição do Torneio Internacional do Sado, prova que decorre entre 11 e 13 de julho. No torneio triangular, que servirá para afinar as equipas antes da estreia nos jogos oficiais, os dois emblemas da região que participam nas competições profissionais em Portugal terão pela frente o Birmingham City, conjunto que terminou o Championship na 14.ª posição.

Recorde-se que em 2018, na primeira edição da prova, o Benfica arrecadou o troféu após empatar a um golo com os sadinos. Na altura as águias beneficiaram da melhor diferença de golos, graças ao 3-0 aos sérvios do Napredak, conjunto que o Vitória tinha vencido por 2-1.

 

Jhonder Cádiz grato ao clube: «Levarei para sempre o Vitória no meu coração»

De malas aviadas para se apresentar no Benfica, Jhonder Cádiz, avançado venezuelano que foi distinguido no final da época 2018/19 com os prémios melhor jogador e marcador do Vitória pelo jornal O Setubalense – Diário da Região, deixou uma mensagem de agradecimento aos adeptos sadinos na sua conta do Instagram. “Ficam recordações incríveis, momentos inesquecíveis com pessoas que se tornaram muito importantes para mim, levarei para sempre no meu coração este clube que me ajudou a crescer e quero agradecer primeiramente a Deus por me fazer entender tantas coisas e ajudar me a chegar onde cheguei até agora”.

E continua: “Perdi, venci, aprendi e voltaria a fazer tudo outra vez. Foi uma aprendizagem única que me ensinou e me fez crescer ainda mais como pessoa, passei por momentos menos bons no início, mas claro consegui ultrapassar isso e mostrar do que sou capaz, resumindo fui muito feliz aqui. Obrigado Vitória Futebol Clube, obrigado à claque na qual também me apoiou bastante, e um muito obrigado aos que se tornaram meus amigos de verdade nesta equipa. A vida é feita de etapas e eu irei iniciar uma nova etapa na minha carreira, na minha vida. Obrigado”, finalizou.

Comentários

- Pub -