Vitória quer reforçar todos os sectores na nova época

9
visualizações

Emblema setubalense quer fortalecer defesa, meio-campo e ataque em 2019/20

 

- Pub -

O Vitória já tem identificadas as posições que pretende fortalecer no seu plantel em 2019/20. Depois de analisados os jogadores que transitam para a próxima época, chegou-se à conclusão de que há a necessidade de contratar cinco a seis reforços: um defesa-central, um médio defensivo, dois médios interiores e, pelo menos, um avançado.

Apesar de Vasco Fernandes e Artur Jorge terem formado uma dupla sólida na segunda metade da temporada, o treinador Sandro Mendes quer ter mais opções no centro da defesa. Para médio defensivo, após a saída de Mikel Agu (esteve cedido pelo FC Porto), o Vitória pretende contratar um número seis como alternativa a José Semedo, quedeverá em breve dizer “sim” à proposta de renovação que lhe foi endereçada.

A posição em que os sadinos estão mais carenciados é a de médios interiores. O clube pretende contratar jogadores que possam fazer a diferença no meio-campo e que representem mais-valias reais num plantel, que perdeu o experiente Rúben Micael, jogador que optou por rumar ao Nacional depois de terminar o vínculo que tinha com os setubalenses.

Por último, depois de perderem Jhonder Cádiz, melhor marcador dos vitorianos (nove golos na Liga NOS), que já assinou com o Benfica, Sandro Mendes terá de ver a linha avançada reforçada em 2019/20. O objectivo é contratar um ou dois jogadores que façam esquecer o venezuelano no ataque, setor onde Berto e Mendy (ambos com quatro golos cada), que partilharam o título de segundos melhores goleadores da equipa na época transata.

O objectivo dos responsáveis do V. Setúbal, clube que já agendou o estágio de pré-época para o Luso (de 28 de Junho a 6 de Julho), passa por garantir alguns dos reforços antes do arranque dos trabalhos no Bonfim, a 24 de junho. Entretanto, as datas da I Liga da próxima temporada já são conhecidas: a prova começa no fim-de-semana de 11 de Agosto de 2019 e terá de terminar até 17 de Maio de 2020.

 

Campeonato vai ter partidas às 12:45 horas e só

haverá jogos à segunda-feira em casos excepcionais

Boas notícias para os adeptos do futebol. A Liga de Clubes, através da sua directora executiva, Sónia Carneiro, revelou ontem que o principal campeonato do futebol nacional terá jogos às 12:45 horas e que as partidas à segunda-feira serão apenas reservadas para equipas envolvidas nas provas europeias. “Criámos um novo horário, o das 12:45 horas. Portanto, as equipas vão poder jogar também à hora de almoço. Mantêm-se os horários do ano passado e cria-se aqui um novo, há várias janelas para que as equipas possam jogar. Claro que o horário nobre será o das 20:00, mas acho que vai haver algumas surpresas durante a época”, disse a responsável do organismo.

Paralelamente, a dirigente da Liga explicou a alteração da marcação de jogos à segunda-feira, estabelecendo como prioridade a realização dos encontros entre sexta-feira e domingo, ficando apenas o derradeiro dia para os clubes envolvidos nas competições europeias, nomeadamente a Liga Europa, cujos desafios se disputam à quinta-feira e precisam depois de cumprir o período obrigatório de descanso. “Em relação aos horários, foi uma das alterações regulamentares esta época os jogos à segunda-feira deixarem de ser obrigatórios. Portanto, a janela de segunda-feira fica disponível para quando há equipas que jogam a meio da semana anterior, a fim de as equipas poderem cumprir as suas 72 horas de descanso. Os jogos à segunda-feira serão pontuais esta época”, frisou Sónia Carneiro após uma conferência organizada pela Rádio Renascença, em Lisboa.

Quanto a outras eventuais alterações sobre o principal campeonato português, a dirigente do organismo que rege as competições profissionais em Portugal não se quis comprometer sobre a utilização da tecnologia da linha de golo, remetendo o tema para depois das eleições do organismo – nas quais assumiu que, “ao que tudo indica, Pedro Proença vai concorrer sozinho” -, mas admitiu a expectativa de poder haver adeptos em pé nos estádios em 2019/20. “Julgo que vamos conseguir ter os lugares em pé já para a próxima época, há algumas coisas em que estamos a trabalhar, sempre com o objectivo de ter um futebol profissional cada vez melhor”.

 

Linhas de fora-de-jogo vão ser

implementadas na próxima época

 

Numa medida que terá influência directa nos jogos que Vitória FC fará em 2019/20, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciaram ontem num comunicado conjunto que as linhas de fora-de-jogo vão ser implementadas na próxima época de futebol. “Depois de um processo de estudo com resultados positivos, a FPF e a LPFP, esta em articulação com os clubes participantes na I Liga em 2019/20, decidiram implementar esta ferramenta”.

Os dois organismos explicam ainda que se inicia agora uma “fase de reajustes técnicos das condições estruturais e logísticas que garantam que o sistema ficará operacional no arranque da próxima época”. Federação e Liga acrescentam que, ao darem mais este passo, os dois organismos disponibilizam os recursos necessários, “de forma a corresponder às exigências da competição”. Recorde-se que o vídeo-árbitro (VAR) teve a sua estreia nas principais competições portuguesas de futebol em 2017/18, tendo funcionado, durante duas temporadas, sem as linhas de fora de jogo.

 

Comentários

- Pub -