Centro de Estudos Bocageanos foi a Olivença

21
visualizações
Custodio Pinto

 

- Pub -

O Centro e Estudos Bocageanos realizou mais uma excursão, desta vez a Olivença.

Partida da Avenida Luísa Todi, junto ao Montepio geral, com autocarro cheio, rumo a Olivença, com visita a Badajoz. Foi também uma viagem à história da tragédia dos assassinatos de Humberto Delgado e Arajaryr Campos, muito bem orientada pelo historiador Álvaro Arranja. Visitámos os locais onde foram assassinados pela PIDE e enterrados em 1965, desde o hotel Simancas, em Badajoz, até ao monumento perto de Villanueva del Fresco, sempre com o historiador a elucidar-nos. Ficámos horrorizados com os pormenores da forma condenável como foram mortos.

O piquenique num jardim de Badajoz foi um belo momento de convívio e amizade.

No regresso a Olivença, ainda visitámos a Igreja Madalena, muito bonita e parecida com a Igreja de Jesus, em Setúbal, com estilo manuelino. Vimos também o forte construido por D. Dinis, no centro da cidade.

É interessante verificar que as ruas ainda mantém os nomes de figuras portuguesas e os painéis junto aos edifícios e monumentos históricos, estão em três línguas; espanhol, inglês e português. Para nós, portugueses, é uma alegria e um orgulho ver e recordar o nosso passado ainda conservado em Olivença.

Foi uma belíssima excursão histórica que o Centro de Estudos Bocageanos nos proporcionou. Parabéns e continuem com estas iniciativas que são de grande interesse.

Comentários

- Pub -