Trio de emprestados integra estágio do Vitória no Luso

58
visualizações

Diogo Sousa, Pedro Pinto e Jacob Adebanjo regressam para tentar convencer Sandro Mendes

 

- Pub -

 

Além de possibilitar que o treinador Sandro Mendes comece a preparar o Vitória FC para a temporada 2019/20, o estágio de pré-época, que vai decorrer no Luso entre 28 de Junho e 6 de Julho no Luso, reveste-se de grande importância para vários jogadores. Neste lote estão Diogo Sousa, Pedro Pinto e Jacob Adebanjo, atletas que estiveram a rodar em emblemas de escalões inferiores e vão agora procurar regressar à casa-mãe.

O lateral Diogo Sousa, o central Pedro Pinto e o médio Jacob Adebanjo, jogadores vinculados aos setubalenses que estiveram na última temporada cedidos à UD Oliveirense, Arouca e Merelinense, respectivamente, vão mostrar-se ao timoneiro dos verdes e brancos com o objectivo de ganharem um lugar no plantel, algo que não conseguiram fazer na época anterior com Lito Vidigal.

Depois de não ser utilizado pelo antecessor de Sandro Mendes até Dezembro de 2018, mês em que rumou ao Arouca, Pedro Pinto, de 24 anos, tudo fará para justificar a aposta feita nele em 2016/17, quando foi contratado ao Leixões. Nos dois primeiros anos no Bonfim, o central fez 41 jogos e um golo. Em Arouca, apesar de não ter evitado a descida de divisão, alinhou em 20 partidas, cinco vezes mais que as quatro que fez nos sub-23 na primeira metade da época em Setúbal.

Mais sucesso que o central teve o lateral Diogo Sousa, que contribuiu para a permanência da UD Oliveirense na II Liga. Aos 25 anos, o defesa, que chegou em 2017/18 ao Vitória oriundo do Infesta, dos distritais da associação do Porto, terá o estágio no Luso para provar à equipa técnica que evoluiu o suficiente em Oliveira de Azeméis [alinhou em 18 jogos] para integrar o plantel.

Diogo Sousa, que esteve pela segunda época consecutiva, cedido à UD Oliveirense, da II Liga, chegou a Setúbal oriundo do Infesta, mas não se conseguiu impor na equipa então treinada por José Couceiro, acabando por ser, na segunda metade dessa época, emprestado ao clube de Oliveira de Azeméis, tendo actuado em quatro jogos. Depois de ter ganho mais minutos de competição em 2018/19, o atleta volta a ter nova oportunidade nos vitorianos.

Quem também esteve a ganhar minutos em escalões inferiores foi o médio Jacob Adebanjo, que esteve cedido ao Merelinense. O nigeriano, de 25 anos, que renovou com os sadinos até 2020 antes de seguir para o clube da série A do Campeonato de Portugal, também se vai apresentar no Bonfim a 24 de Junho e seguir para o estágio no Luso para ser observado.

O jogador, que chegou a Setúbal em 2017/18, oriundo da AD Oliveirense, teve este ano um desempenho positivo no Merelinense (23 partidas e três golos apontados). Refira-se que Jacob Adebanjo contabiliza uma partida oficial pelo Vitória no escalão principal. A 15 de Janeiro 2018, diante do Moreirense (2-2), José Couceiro fê-lo alinhar 10 minutos nessa partida.

Golo de Éber Bessa candidato a melhor da época

O golo de Éber Bessa, frente ao Nacional da Madeira, apontado na terceira jornada do campeonato (a 26 de Agosto de 2018), no Estádio do Bonfim, está nomeado pela Liga para melhor tento da temporada 2018/2019. O brasileiro apontou de forma exímia um livre directo, à passagem dos 89 minutos, num remate que valeu ao atacante a nomeação entre oito candidatos. Recorde-se que o golo de Éber Bessa não evitou a derrota sadina por 1-2.

A votação está a decorrer na página oficial da Liga Portugal. Ao todo, são oito os candidatos ao melhor golo. Além do tento marcado por Éber Bessa, do Vitória FC, concorrem ao prémio Rashid (Santa Clara), Niltinho (Chaves), Jovane Cabral (Sporting), Grimaldo e Rafa (Benfica), Stivan (Feirense) e Edgar Costa (Marítimo).

Comentários

- Pub -