Prisão preventiva para homicida do “Chapa Quente”

200
visualizações
Dono do restaurante Chapa Quente mata cliente à facada

Discussão sobre crenças e religião descontrolou-se devido a estado de embriaguez

- Pub -

 

As medidas de coacção para Christian Pimentel, alegado autor do homicídio de Marlon no interior do restaurante “Chapa Quente” já são conhecidas. Após ser presente ao Juiz de Instrução Criminal o autor ficou em prisão preventiva, até julgamento.

Christian Pimentel fica em prisão preventiva, após homicídio no restaurante “Chapa Quente”

O crime ocorreu na madrugada de 15 de Maio e na origem do acto estará uma discussão relacionada com crenças maçónicas, inflamada pelo estado de embriaguez de Christian Pimentel.

 

Outras Notícias

Homicídio por motivos religiosos no restaurante “Chapa Quente”

 

Comentários

- Pub -