Colisão perto de Comporta mata mulher de 50 anos e fere jovem de 20

67
visualizações

Uma mulher de 50 anos morreu e um jovem de 20 sofreu ferimentos ligeiros devido a uma colisão entre duas viaturas, ocorrida hoje na Estrada Nacional 253, perto de Comporta, concelho de Alcácer do Sal.

- Pub -

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal disse que o alerta para o acidente, envolvendo “um pesado de mercadorias e duas viaturas ligeiras”, foi transmitido aos bombeiros às 12h47.

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) explicou que a colisão provocou uma vítima mortal, “uma senhora de 50 anos”, que inicialmente foi considerada como ferido grave, e um ferido leve, “um jovem de 20 anos”.

“As equipas do INEM tentaram manobras de reanimação, várias vezes, mas sem sucesso. A senhora acabou por falecer e foi verificado o óbito no local”, adiantou a fonte do INEM.

Fonte do Comando Territorial de Setúbal da GNR revelou à Lusa que as duas vítimas “eram os condutores dos dois veículos envolvidos no acidente”.

“O ferido ligeiro foi transportado para o Hospital do Litoral Alentejo”, no concelho de Santiago do Cacém, numa ambulância, disse o INEM, tendo a fonte da GNR acrescentado que o corpo da vítima mortal foi transportado para os serviços de medicina legal da mesma unidade hospitalar.

A colisão fez ainda com que “uma terceira viatura automóvel embatesse” na traseira de um dos veículos acidentados, “mas sem grandes danos e o condutor não teve necessidade de ser assistido”, frisou a GNR. O INEM confirmou que essa terceira vítima “recusou assistência” no local.

O acidente obrigou ao corte do trânsito, de forma a permitir as necessárias operações de socorro, sendo a circulação depois normalizada.

“Ainda estão a decorrer trabalhos de limpeza da via, mas a circulação já foi aberta”, disse a fonte da GNR, indicando que as causas do sinistro vão ser averiguadas pelo Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação de Setúbal da Guarda.

Para o local foram mobilizados 17 operacionais, apoiados por oito veículos automóveis e por um helicóptero, entre meios dos bombeiros, INEM e GNR, revelou o CDOS de Setúbal. O INEM disse que a viatura médica de emergência e reanimação do Hospital do Litoral Alentejano e o helicóptero estacionado em Évora accionados para o sinistro “acabaram por não realizar qualquer transporte”, mas “deram assistência no local e suporte avançado de vida”.

Lusa

Comentários

- Pub -