Árbitro de 17 anos agredido por pai de um jogador

149
visualizações

Em Setúbal, no Ídolos da Praça – Alfarim, em Infantis

 

- Pub -

 

O Campo Municipal do Forte da Bela Vista, em Setúbal, foi palco, no passado sábado, de mais um caso de violência no desporto com o pai de um jogador do Ídolos da Praça a agredir o árbitro.

 

O caso ocorreu no final do jogo de Infantis disputado entre o Ídolos da Praça e o Grupo Desportivo de Alfarim, a contar para a 14.ª jornada da fase final do Campeonato Distrital, 2.º ano, Sub-13.

 

A situação foi denunciada em comunicado pelo Núcleo de Árbitros de Futebol da Cidade de Setúbal que considera ter sido “mais um dia negro para o futebol distrital e nacional, mais um dia em que assistimos a casos de violência nos campos, mais um dia em que árbitros são agredidos no terreno de jogo”.

 

“Aconteceu dentro do terreno de jogo, num acto vil e covarde que surpreendeu o árbitro [Afonso Rocha] pelas costas, com uma chapada na cara. Aconteceu num jogo da Associação de Futebol de Setúbal, na Cidade Europeia do Desporto em 2016. Um árbitro jovem, com apenas 17 anos, foi agredido pelo pai de um jogador. Como se terá sentido a criança ao ver o pai, mostrar este exemplo em frente dos seus companheiros de 12 e 13 anos de idade?”, pode ler-se no comunicado.

 

Segundo o nosso jornal conseguiu apurar a Polícia de Segurança Pública foi chamada ao local e, posteriormente, terá conseguido identificar o agressor.

 

Clube demarca-se da situação e pede desculpa ao árbitro

 

 

Entretanto, também em comunicado a Direcção do NRD Ídolos da Praça “lamenta o sucedido no final do jogo da nossa equipa de Infantis e informa todos os seus associados, simpatizantes e respectivas entidades que não é a mística desportiva do nosso clube, que tem alargado significativamente o seu Futebol Formação com a prática de boas normas que fazem parte do desporto para jovens. Ao árbitro pedimos as nossas sinceras e humildes desculpas, desejando-lhe a continuação de uma excelente carreira de arbitragem. Ao Núcleo de Árbitros de Futebol e à Associação de Futebol de Setúbal, reforçamos que não é esta imagem que queremos deixar ficar sobre o nosso clube e que iremos continuar a lutar pelas boas práticas desportivas na nossa Instituição”.

 

Comentários

- Pub -