Olímpico, Pinhalnovense e Amora têm presença assegurada na próxima época

40
visualizações

A 32.ª jornada do Campeonato de Portugal foi totalmente favorável para as equipas da região porque venceram todas e também porque todas elas garantiram a sua continuidade na competição.

- Pub -

Quem estava em situação mais delicada era o Pinhalnovense que recebia o Vasco da Gama da Vidigueira num jogo praticamente decisivo para ambos.

Depois de um nulo ao intervalo, a equipa treinada por Luís Manuel abriu o activo as 49 minutos por intermédio de Bandeira. Motivados, os jogadores do Pinhalnovense foram à procura de mais e acabaram por ampliar a vantagem com golos marcados por Ari, aos 56 minutos, e Diego Zaporo, aos 64. Com o marcador em 3-0, a equipa e Pinhal Novo foi gerindo o resultado e consumou a vitória que assegurou a manutenção e ao mesmo tempo deixou a equipa alentejana em muito maus lençóis.

Olímpico tira Oriental do 2.º lugar

No Campo da Liberdade, o Olímpico que ainda não estava totalmente descansado em termos de tabela classificativa recebia o Oriental, um dos candidatos ao play off de apuramento que não queria perder o segundo lugar.

A primeira parte decorreu de forma equilibrada mas com ligeiro ascendente da equipa de Marvila que foi para o intervalo a vencer por 1-0 com um golo marcado por Landim, aos 43 minutos.

Na segunda parte o Olímpico entrou mais forte e jogo ganhou mais emoção. Beto, que durante a semana esteve em França a prestar provas no Lille, aos 65 minutos estabeleceu a igualdade, na resposta o Oriental atirou ao ferro e pouco depois a equipa montijense coloca-se em vantagem por Cami e, no último lance do jogo, com o Oriental todo balanceado no ataque, incluindo o seu guarda-redes, Ruben Ribeiro sentenciou a partida. Com este resultado o Olímpico assegurou a permanência e o Oriental perdeu o 2.º lugar para o Real, que goleou o Sacavenense.

Amora cumpre obrigação

No Estádio da Medideira, o Amora, com a sua situação já definida, aproveitou para rodar alguns jogadores menos utilizados, mas mesmo assim levou a melhor sobre o Sp. Ideal, vencendo por 2-1. Joca, abriu o activo aos 29 minutos na cobrança de um penalti e Geny, que se estreou a titular, aos 45 minutos, estabeleceu o resultado ao intervalo. Na segunda parte a equipa amorense foi controlando as operações sem problemas de maior mas mesmo sobre o apito final acabou por consentir o golo do adversário.

Comentários

- Pub -