Pintora de Vila Nova de Santo André faz sucesso em Lisboa

40
visualizações

Paula Bravo inaugura mostra na Métizartis e vende tela nos primeiros dias. Mostra estará patente ao público até ao próximo dia 28

 

- Pub -

“Expressão da Alma” intitula a exposição de pintura da autoria de Paula Bravo, alentejana de Vila Nova de Santo André, que pode ser apreciada até ao próximo dia 28 na Galeria Métizartis, sediada na Livraria Europa América, em Lisboa. A mostra da artista – que nasceu em 1956 em Moçambique (em Lourenço Marques, Maputo desde 1976) e adoptou Portugal para residir ainda com tenra idade – foi inaugurada no passado dia 3 e já faz sucesso, registando logo nos primeiros dias a venda de um dos trabalhos.

Paula Bravo veio para a Europa com os seus familiares  quando, em tempo de  menina/moça, Portugal  foi o local escolhido para permanecerem. Facto esse que, certamente, viria a guiar-lhe  os sonhos que determinaram  o seu gosto pela pintura, visível no  percurso de suas telas, em que a expressão da cor é reveladora do que lhe vai na memória a abrir-se ao presente num permanente “vai-e-vem” entre Moçambique e a terra alentejana que adoptou, esquiçando poentes observados na paisagem que admira. É nesse  “universo”, nascido na inspiração movida pelo pensamento, que a artista “vive” o que pinta, enquanto catarse, em que se completa.

A cerimónia de inauguração da mostra contou com as presenças de inúmeros amigos da artista, além de Elsa Flores, Curadora da Métizartis. Entre os presentes esteve uma figura que não deixou de causar surpresa e de provocar emoções fortes a Paula Bravo: o amigo de longa data, com quem não se encontrava há bastante tempo, João Peliz, que em Lourenço foi director do “Instituto Verney”, colégio que a artista frequentou. A ocasião foi ainda abrilhantada por um momento musical a cargo da professora de música Elsa Flores, também oriunda de Vola Nova de Santo André.

 

Texto: Aliette Martins

Fotos: Métizartis

Comentários

- Pub -