Sadino Bruno Lage diz que “lugar do Vitória é na primeira divisão”

39
visualizações

Treinador do Benfica desejou “toda a felicidade” ao clube da sua terra natal

 

- Pub -

 

Após o embate entre Benfica e Vitória, que as águias venceram, por 4-2, o treinador das águias Bruno Lage, que nasceu em Setúbal há 42 anos, fez questão de deixar uma mensagem ao principal clube da sua terra natal. “Quero deixar uma palavra para o Vitória, que é o clube da minha terra, e desejar que a partir de hoje tenha toda a felicidade e conquiste os pontos que lhe permitam alcançar o seu objetivo, pois o seu lugar é na primeira divisão”.

Sem tempo a perder, menos de 24 horas depois da derrota (4-2) sofrida no Estádio da Luz com o líder Benfica, o Vitória FC deu ontem de tarde início à preparação do duelo de sexta-feira (15:30 horas) com o Portimonense. Na recepção aos algarvios, a contar para a 30.ª jornada da I Liga, os sadinos têm como objectivo reencontrar-se com os êxitos de forma a aumentar a distância para os lugares de descida.

Disso mesmo deu conta o treinador Sandro Mendes nas declarações proferidas após o final do encontro, confessando-se orgulhoso da postura da sua equipa em campo. “Os jogadores estão de parabéns pela atitude e pela imagem que aqui deixaram, que dignifica o futebol português. Isto não atrapalha o nosso percurso e o nosso objectivo, que passa por garantir a manutenção o mais rápido possível”.

O técnico dos setubalenses, que considerou irrepreensível o comportamento dos seus atletas do ponto de vista da entrega, frisou também o facto de o Vitória não se ter limitado a defender. “Não podíamos vir ao Estádio da Luz e estar 90 minutos a defender. Não trouxemos autocarro, procuramos jogar o jogo pelo jogo, mas o Benfica tem grandes jogadores que resolvem a qualquer momento. Temos a nossa identidade e tentámos mostrá-la aqui”, vincou.

A partida em Lisboa trouxe consequências directas para o embate diante do Portimonense. Dois dos quatro jogadores advertidos com cartão amarelo na Luz estavam em risco de exclusão, razão pela qual não vão poder dar o contributo à equipa na sexta-feira. Tratam-se do capitão Vasco Fernandes (defesa-central) e de André Sousa (lateral-esquerdo), que vão assim falhar a partida.

As ausências vão obrigar Sandro Mendes a mexer no onze, perfilando-se o central brasileiro Bruno Pires e o lateral Sílvio – que está na fase final da recuperação de uma lesão – como hipóteses a preencher as vagas. Depois da sessão de ontem, o timoneiro dos sadinos vai preparar a estratégia para poder encarar o jogo de forma a não afectar o rendimento da equipa no Estádio do Bonfim.

 

Sub-23 defrontam hoje (15:30 horas) o Belenenses SAD no Vale da Rosa

Após o empate do fim-de-semana no reduto do V. Guimarães, equipa com quem os sadinos partilham a liderança do play-out de despromoção da Liga Revelação (ambos com 32 pontos), os sub-23 do Vitória defronta hoje, a partir das 15:30 horas, no Complexo Municipal de Atletismo do Vale da Rosa, o Belenenses SAD, em partida da 10.ª jornada da competição. Os interessados em assistir ao encontro podem adquirir os bilhetes por 2,5 euros (sócios e acompanhantes) e cinco euros (não sócios).

 

Ginástica e atletismo subiram ao pódio no fim-de-semana

A secção de ginástica vitoriana esteve em destaque no fim-de-semana na Cascais Beach Cup, prova internacional de Trampolins, realizada na Parede. Pedro Mendes e Rui Praxedes conquistaram, respectivamente, o primeiro e segundo lugares na prova em duplo mini trampolim. Pedro Mendes juntou ainda ao triunfo o segundo lugar em trampolim individual. Por equipas, o Vitória arrecadou o segundo lugar no escalão de 13/14 anos conquistado pelos ginastas Afonso Mendes, Daniel Oliveira e Rui Praxedes.

A equipa de atletismo venceu este fim-de-semana o Grande Prémio de Montemor, prova em que conquistou o primeiro lugar por equipas e quatro pódios individuais na categoria de veteranos. Silvestre Gomes (M60) arrecadou o primeiro prémio no seu escalão e Henrique Dias (M65), João Veiga (M55) e Luís Baço (M40) terminaram nas segundas posições. Ainda no escalão (M40), Luís Rações cortou a meta no terceiro posto. Para a conquista do pódio por equipas, contribuíram ainda Luís Margarido (6.°), Marcelo Santos (10.°), Luís Baço (11.°) e Mark Ribeiro (13.°) da classificação geral.

Comentários

- Pub -