Ministra da Saúde de Moçambique quer receber Dores Meira para agradecer solidariedade de Setúbal

32
visualizações

Município sadino doou mais de mil unidades de medicamentos, além de material hospitalar variado, ao Hospital Central de Quelimane

 

- Pub -

 

Maria das Dores Meira, presidente da Câmara Municipal de Setúbal, foi convidada pelo governo de Moçambique a visitar aquele país para ser recebida pela ministra da Saúde Nazira Abdula, como reconhecimento da ajuda dada pela autarquia ao Hospital Central de Quelimane. O convite foi apresentado na manhã da última sexta-feira pela directora nacional de Gestão e Garantia da Qualidade do Ministério da Saúde de Moçambique, Helena Mhula Chong, durante uma visita a Setúbal.

A responsável moçambicana agradeceu pessoalmente a Dores Meira o trabalho de solidariedade realizado por Setúbal, na sequência da catástrofe natural que assolou aquele país africano, e endereçou um convite oficial à autarca sadina para ser recebida, em Moçambique, pela ministra Nazira Abdula.

“Este convite traduz a satisfação do governo moçambicano pela campanha de solidariedade promovida recentemente pelo município setubalense que resultou na doação, só ao Hospital Central de Quelimane, de mais de mil unidades de medicamentos, além de material hospitalar variado, fraldas e 400 pares de sapatos ortopédicos”, explicou a autarquia.

A diretora do Ministério da Saúde de Moçambique esteve quinta e sexta-feira na cidade sadina “a recolher experiências na área da acreditação da qualidade hospitalar”, revelou a edilidade, adiantando que Helena Mhula Chong “teve oportunidade de conhecer o Centro Hospitalar de Setúbal – Hospital de São Bernardo, instituição reconhecida internacionalmente na área da acreditação da qualidade hospitalar, com vários prémios conquistados nos últimos 10 anos”.

Na deslocação à unidade hospitalar, a responsável moçambicana foi acompanhada, entre outros, pelo presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Setúbal, Manuel Francisco Roque Santos. Recolher experiências, conhecimentos e procedimentos de actuação em matéria de acreditação de qualidade hospitalar, tendo em vista a sua aplicação em unidades hospitalares de Moçambique, foi objectivo desta visita.

Comentários

- Pub -