Câmara de Palmela anuncia investimento privado de 18 milhões em central fotovoltaica

66
visualizações

Equipamento será instalado numa área de 44,4 hectares, no Pinhal das Formas, na Quinta do Anjo

 

- Pub -

A empresa Azimuthbenefit vai instalar uma central fotovoltaica com 90.076 painéis na freguesia da Quinta do Anjo, num investimento global de 18 milhões de euros, anunciou ontem a Câmara Municipal de Palmela.

“A Quinta do Anjo foi a freguesia escolhida pela empresa Azimuthbenefit para instalar uma central fotovoltaica, um investimento de 18 milhões de euros que, entre outros benefícios, vai permitir ao município reduzir a sua pegada de carbono”, refere a autarquia em comunicado, adiantando que a central será instalada numa área de 44,4 hectares, no Pinhal das Formas, na freguesia da Quinta do Anjo, em Palmela, no distrito de Setúbal.

“A central fotovoltaica de Quinta do Anjo é um investimento alinhado com o Plano Nacional de Energia e Clima (PNEC2030) e o Plano de Acção para a Energia Sustentável de Palmela (PAESP), e vai contribuir para a segurança do abastecimento de energia elétrica na região de Lisboa e Vale do Tejo e para a redução das emissões de gases de efeito de estufa, como o CO2”, acrescenta o comunicado.

A Câmara de Palmela, que aprovou na semana passada, por unanimidade, o reconhecimento do interesse económico e social do projecto, considera que a instalação da central fotovoltaica beneficia o concelho com “um conjunto de mais-valias, tais como a possibilidade de fornecimento de energia eléctrica fotovoltaica às indústrias locais, em condições económicas mais vantajosas”.

Segundo revelou à agência Lusa fonte da autarquia palmelense, a central fotovoltaica, da empresa portuguesa Azimuthbenefit, irá ainda permitir a criação de cerca de uma centena de postos de trabalho indiretos na fase de construção, não havendo ainda informação disponível sobre o número de postos de trabalho directos que serão necessários.

 

Lusa

Comentários

- Pub -