Escola Sebastião da Gama recebe final das Olimpíadas Portuguesas de Matemática

118
visualizações

A final nacional das Olimpíadas Portuguesas da Matemática traz à Escola Sebastião da Gama, entre esta quinta-feira e até domingo, noventa estudantes de todo o país que durante estes dias vão ter também a oportunidade de conhecer a cidade do rio azul

 

- Pub -

 

 

“A nossa escola foi contactada pela Sociedade Portuguesa de Matemática para disponibilizar as suas instalações e colaborar na organização da final das Olimpíadas”, começa por dizer Inês Seabra, professora do Agrupamento de Escolas Sebastião da Gama, o anfitrião deste ano, e uma das responsáveis pela organização do evento, a O SETUBALENSE – DIÁRIO DA REGIÃO. “Pelo que sabemos, todos os anos a SPM escolhe uma cidade onde haja escolas secundárias para divulgarem a sua actividade ao mesmo tempo que dão a conhecer os sítios aos participantes. O facto de podermos dar a conhecer a cidade foi também uma coisa que nos motivou”, adianta Teresa Pacheco, também professora na Escola Sebastião da Gama e, a par de Inês, responsável pela realização do evento deste ano.

 

Na final das XXXVII Olimpíadas Portuguesas da Matemática, marcarão presença noventa estudantes de distintos níveis etários, provenientes de todas as regiões do país. Entre o Norte, Centro e Sul, sem esquecer as ilhas, os noventa alunos participantes estão divididos em três categorias: Categoria Júnior: 6º e 7º anos, Categoria A: 8º e 9º anos e Categoria B: 10º, 11º e 12º anos. Entre os participantes, encontram-se dois finalistas do 9º ano da St. Peter’s International School, de Palmela, incluídos portanto na Categoria A. Os vencedores seguem para as Olimpíadas Internacionais, que têm lugar em Junho, no Reino Unido.

 

Da Matemática ao programa cultural

“Os alunos vão realizar as provas de Matemática de manhã e à tarde têm tempo livre e vamos aproveitar esse tempo para dar a conhecer a cidade, o que acaba por ser importante para as duas partes”, continuam as professoras. Assim, para além da resolução das provas, os estudantes terão à sua espera um vasto programa cultural. A chegada a Setúbal está prevista para as 18h30 desta quinta-feira, com recepção e sessão de boas-vindas no auditório da Escola Secundária Sebastião da Gama, seguida de jantar no refeitório da escola, à semelhança de todas as restantes refeições, e ida para o Novotel e para a Pousada da Juventude, locais onde o grupo vai ficar hospedado. Na sexta, o primeiro dia de provas, as actividades começam pelas 09h30 e terminam pelas 12h30, horários que se repetem no sábado, segundo dia de provas.

 

Na tarde de sexta-feira, o grupo vai ter oportunidade de conhecer a serra e o rio, com a realização de um passeio à Serra da Arrábida com visita ao Convento da Arrábida, e de um passeio no Rio Sado na Embarcação “Maravilha do Sado”. Terminadas as provas, para a tarde de sábado estão previstas visitas ao Centro Histórico de Setúbal, por José Luís Catalão e equipa, e à exposição “A Floresta”, patente no Largo José Afonso. “A Câmara Municipal de Setúbal colaborou connosco, ofereceu-nos a possibilidade de os estudantes fazerem uma viagem no barco ‘Maravilha do Sado”, disponibilizou um autocarro para dar uma volta pela serra, e conseguiu-se, através da SPM, uma visita ao Convento da Arrábida”, contam, concordando que “este evento contribui para motivar os alunos para a disciplina, para receber os que já se interessam por matemática e também divulgar a cidade”.

 

A cerimónia de encerramento e de entrega de prémios tem lugar no Fórum Municipal Luísa Todi no domingo, dia 7, pelas 10h30, e conta com a presença de Jorge Buescu, orador convidado, com “A magia do primeiro algarismo”. Segue-se um almoço de confraternização. “Acho que a cerimónia vai ser um momento lindo. Convidámos várias entidades a estar presentes, desde a presidente da Câmara de Setúbal ao Presidente da República, o Ministro e o Secretário de Estado da Educação que se por motivos de agenda não puderem comparecer enviam os seus representantes. E vão estar presentes as famílias, que, provenientes de vários locais do país, vêm assistir a esse momento”, refere Teresa Pacheco.

 

As Olimpíadas, cuja organização está a cargo da Sociedade Portuguesa de Matemática, são um concurso de resolução de problemas de matemática, realizado anualmente, no qual podem participar alunos do 1º, 2º e 3º ciclos do ensino básico e do ensino secundário. Depois de Setúbal, seguem-se a 60ª edição das Olimpíadas Internacionais de Matemática, em Junho, no Reino Unido, a 9ª Olimpíada de Matemática na CPLP, em Julho, e as XXXIV Olimpíadas Ibero-americanas de Matemática, no México, em Setembro.

 

Comentários

- Pub -