Olímpico recebe Pinhalnovense e Amora joga em Marvila

58
visualizações

A deslocação do Pinhalnovense ao Montijo concentra as atenções na região por se tratar de um clássico mas o confronto entre o Oriental e o Amora também se reveste de grande importância, sobretudo para a equipa da Medideira.

 

- Pub -

O Campo da Liberdade, no Montijo, vai ser palco de um dos grandes clássicos da região que motiva sempre o interesse dos adeptos das equipas que vão estar em confronto, neste caso, o Olímpico do Montijo e Pinhalnovense.

Nesta altura do campeonato quem está em melhor é o Olímpico do Montijo que ocupa o 9.º lugar com 39 pontos contra 36 do Pinhalnovense que está na 12.ª posição. Como se verifica, as duas equipas estão separadas apenas por três pontos e isso faz aguçar ainda mais o apetite e despertar maior interesse pelo encontro que será certamente presenciado por muita gente.

As duas equipas não estão a atravessar um bom momento e ambas vêm de um empate alcançado na última jornada, o Olímpico em Massamá no jogo que disputou com o Real e o Pinhalnovense na partida realizada em casa com o Oriental, resultados que poderão dar a indicação de uma certa melhoria.

O Olímpico já não ganha desde a 23.ª jornada realizada a 24 de Fevereiro e nos dois últimos jogos realizados em casa sofreu duas derrotas com o Amora e o Louletano, será que é desta que vai regressar às vitórias.

É evidente que a equipa de Pinhal Novo vai fazer tudo para que isso não aconteça e porque uma derrota a pode deixar numa posição muito delicada na tabela classificativa porque neste momento tem apenas mais quatro pontos que o Vasco da Gama da Vidigueira, a primeira equipa que se encontra na zona de despromoção.

Para além destes factos há também outra curiosidade que importa salientar. O facto de se defrontarem dois dos melhores marcadores da competição, o jovem de 21 anos Beto (Olímpico do Montijo), vindo do Tires, que tem sido uma das revelações do campeonato e o experiente Diego Zaporo (Pinhalnovense), brasileiro, de 33 anos, que cumpre a sua terceira época ao serviço da equipa de Pinhal Novo, depois de ter passado pelo Vilafranquense, Caldas, Mirandela, U. Leiria e de uma experiência no Gabão, para além de outros.

Amora joga cartada decisiva em Marvila

Com grande expectativa está a ser aguardada também a deslocação do Amora ao campo Eng.º Carlos Salema, em Marvila, onde vai defrontar o Oriental num dos jogos mais importantes da jornada.

O Amora, que no passado domingo ganhou novo alento com a vitória alcançada sobre o Praiense, ficou mais perto do segundo lugar que é ocupado precisamente pelo Oriental. Quer isto dizer que se trata de um jogo que poderá ser decisivo para as aspirações de ambas as equipas que lutam pelo mesmo objectivo, o apuramento para o play off.

As duas equipas estão separadas por sete pontos na tabela classificativa com vantagem para o Oriental mas a diferença pode ficar reduzida à margem mínima se o Amora vencer em Marvila e fizer o mesmo no jogo que tem em atraso com o Sacavenense.

Isto não passa de mera especulação mas é um facto que pode acontecer e que faz alimentar a esperança dos azuis da Medideira que nas últimas sete jornadas obtiveram seis vitórias, quatro delas consecutivas.

Em Marvila não vai ser fácil porque o adversário não sabe o que é perder desde a 14.ª jornada; ou seja, está invencível há precisamente 14 jogos.

Comentários

- Pub -