Amora e Quintajense lutam pela conquista do troféu

11
visualizações

O Campo do Juncal, na Moita, vai receber pela primeira vez a final de uma competição organizada pela Associação de Futebol de Setúbal. Será no próximo sábado, às 15h 30m, num jogo que vai colocar frente a frente as equipas seniores femininas do Amora e Quintajense, na luta pela conquista da Taça AF Setúbal.

- Pub -

Contrariamente ao que acontece no sector masculino, onde a competição é disputada em duas fases, a fase de grupos e a fase das eliminatórias, na versão feminina, devido ao escasso número de clubes (seis), a prova foi disputada numa competição por pontos a uma volta, para apurar os dois primeiros classificados para a final.

O Amora terminou em primeiro lugar, só com vitórias, com o melhor ataque (20 golos marcados) e a defesa menos batida, com apenas três golos sofridos.

O Quintajense ficou em segundo lugar, com quatro vitórias e apenas uma derrota (3-1) sofrida precisamente com o Amora, marcou 16 golos e sofreu seis.

As duas equipas que se encontram a disputar a segunda fase do Campeonato Nacional da II Divisão vão agora medir forças nesta competição de âmbito regional, que vale um título.

 

Juncal volta a ter finais quase um século depois

João Soeiro, presidente do Moitense, em declarações ao nosso jornal mostrou-se satisfeito pelo facto do clube voltar a estar na rota das finais associativas, como chegou a acontecer até à década dos anos quarenta.

“Pode-se dizer que esta é a primeira final associativa da era moderna no Juncal”, referiu João Soeiro que partilhou connosco o teor de uma carta datada de 1942 que está no museu do clube e havia sido enviada à Câmara Municipal quando esta decidiu acabar com o campo de futebol existente junto à Praça de Touros, em terreno municipal, para alargamento da Feira de Maio.

O clube escreveu à Câmara dizendo que “ficava em eclipse total” porque aquele “era o palco escolhido habitualmente pela AF Setúbal para os desempates nos campeonatos, devido à sua localização e também porque estava bem servido pela rede de transportes, principalmente comboio e autocarros”.

Comentários

- Pub -