Hospital do Outão na cidade: Câmara dá parecer positivo, PS congratula-se

59
visualizações

Município destaca “vantagem” para acesso de utentes e pede continuidade da capacidade clinica e técnica. PS saúda o Governo e diz que investimento reconhece trabalho da administração hospitalar

 

- Pub -

 

 

O projecto de alargamento do novo edifício do Hospital de São Bernardo, que passa de dois para quatro pisos e, além das novas urgências, vai acolher os serviços que funcionam actualmente no Hospital do Outão, tem o parecer positivo da Câmara de Setúbal, confirmou o vereador da Educação e Saúde a O SETUBALENSE.

“A Câmara tem conhecimento, porque integra o conselho consultivo do Centro Hospitalar de Setúbal, onde o projecto foi apresentado e discutido”, diz Ricardo Oliveira, explicando que o município deu parecer positivo com condição de serem acautelados vários princípios.

“Que as capacidades clínicas do Hospital do Outão fiquem asseguradas, que a transferência da Ortopedia não signifique perda de qualquer valência ou capacidade clínica e técnica desta unidade que é uma referência no país, e que sejam asseguradas todas as condicionantes que tem a ver com a actividade, nomeadamente a cirurgia programada.”, especificou o vereador da maioria CDU.

Segundo o eleito, a autarquia recebeu “essas garantias”.

Ricardo Oliveira acrescenta que a mudança do Hospital do Outão para o centro da cidade é positiva para os cidadãos. “Para os actuais utentes, tanto da cirurgia ambulatória, como consultas externas e cirurgias programadas, reconhecemos que a localização no centro de Setúbal, mais acessível a transportes públicos, é uma vantagem.”, refere.

Questionado sobre implicações do alargamento do hospital no trânsito e estacionamento naquela zona da cidade, o vereador responde que a Câmara está atenta e já alertou a administração hospitalar para essa questão.

“A Câmara Municipal no parecer que deu ao conselho consultivo, alertou o CHS para ter o estacionamento em conta. E o município, no âmbito do regulamento de estacionamento, também está a ter isso em conta”, disse.

 

 

PS aplaude investimento de 14 milhões

 

O PS Setúbal “saúda o Governo” e “congratula-se” com a recente aprovação do investimento de 14 milhões.

 

“O novo edifício será construído dentro da área territorial do actual Hospital de São Bernardo, representando um expansão e modernização do Centro Hospitalar de Setúbal, que passará, com este investimento do governo do PS, a ter todos os serviços e valências a funcionar no mesmo espaço, acabando, assim, com a actual divisão e dispersão por dois hospitais (Outão e São Bernardo).”, refere a concelhia socialista em comunicado.

 

“O anúncio deste Investimento é também um justo reconhecimento do trabalho desenvolvido pela Administração do Centro Hospitalar de Setúbal que tanto lutou para que esta nova infraestrutura fosse uma realidade, e representa, assim, um motivo de orgulho e satisfação para o PS Setúbal, bem como uma aposta clara, prioritária e inequívoca do governo do PS na modernização do SNS e na melhoria da prestação de cuidados de saúde à população do concelho de Setúbal.”, conclui o PS local, liderado por Paulo Lopes.

 

 

Projecto para novo edifício aprovado na semana passada

 

A decisão de transferir o Hospital Ortopédico Sant’Iago do Outão foi confirmada pela Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) que aprovou na semana passada projecto para a construção de um novo edifício de quatro pisos nos terrenos do Hospital de São Bernardo.

Este novo edifício vai acolher as novas urgências, como já estava previsto, mas passa a ter mais dois pisos – em vez de dois pisos serão quatro – para albergar também o Hospital do Outão.

O projecto aprovado agora prevê estacionamento na cave, urgências no rés-do-chão e os dois pisos superiores, piso 1 e 2, para as actuais valências do Outão.

Este novo projecto substitui o projecto inicial que previa apenas dois pisos (cave para estacionamento e piso zero para as novas urgências).

O custo do investimento aumenta de sete para 14 milhões de euros.

Entretanto, as obras em curso no Hospital de Setúbal, de renovação do espaço de técnicas cardiológicas, estão, de acordo com a ARSLVT em fase de conclusão, prevendo-se que terminem “no máximo dentro de um mês”.

O investimento de 400 mil euros, nesta remodelação é considerado importante tendo em conta que o Hospital de S. Bernardo é a unidade de referência da região nesta especialidade, dispondo, inclusive, de uma sala de hemodinâmica.

A renovação e reequipamento do Centro Hospitalar de Setúbal passou também, recentemente, pelo investimento de dois milhões de euros no parque informático. Na renovação informática, comparticipada por fundos europeus, foram aplicados 600 mil euros no bloco operatório.

 

 

Fortaleza do outão para turismo?

 

O destino da Fortaleza do Outão, onde funciona o hospital ortopédico, como futura unidade turística ou até de turismo e saúde, simultaneamente, é popularmente apontado em setúbal como provável, mas até agora ninguém confirma oficialmente.

 

A Câmara de Setúbal diz desconhecer tanto o calendário do projecto como o destino futuro do actual edifício do Hospital do Outão. Sobre o uso futuro da fortaleza, o vereador diz apenas de deverá ser o “adequado”.

“Trata-se de um edifício histórico, património, numa zona especial, pelo que a futura utilização deve respeitar em concreto esse valor assim como o local em que está inserido”, afirma Ricardo Oliveira. “Se assim for, o concelho terá a ganhar com isso”, conclui.

Por parte do PS, partido que apoia o Governo, a resposta é idêntica.

“O mais importante, antes de mais nada, é um hospital novo, com urgências reforçadas. O futuro do Outão para já não interessa”, disse Paulo Lopes, presidente da concelhia PS de Setúbal.

O socialista refere, no entanto, que a haver alienação ou qualquer negócio com o imóvel, a população de setúbal “deve beneficiar com isso”.

Comentários

- Pub -