Clube chega a princípio de acordo com a SAD

5
visualizações

O presidente da Mesa de Assembleia Geral do Cova da Piedade revelou aos sócios a existência de um princípio de acordo com a SAD para a resolução das divergências entre ambas.

- Pub -

No final da Assembleia Geral Ordinária, onde foi aprovado o relatório de contas de 2018 e o orçamento para 2019, Paulo Martins Vieira confirmou que a SAD liquidou recentemente 30 mil euros das verbas reclamadas e que, em contrapartida, o clube está disposto a renegociar os termos do contrato vigente com a sociedade.

De acordo com o dirigente, a comissão eleita pelos sócios para negociar o diferendo com o investidor de origem chinesa apresentou ao advogado deste as reivindicações do clube e aguarda, até 20 de Abril, uma proposta de alteração do contrato, devendo a direcção pronunciar-se sobre a mesma num prazo de 15 dias.

Depois de as partes chegarem a um entendimento, o novo acordo terá de ser aprovado pelas assembleias gerais do clube e da SAD, antes do início da nova época desportiva, sendo que ficará condicionado ao pagamento da totalidade da verba reclamada pelo Cova da Piedade.

Paulo Martins Vieira confirmou ainda que Kuong Chun Long foi readmitido como sócio do clube, na plenitude dos seus direitos, condição que a SAD impôs para encetar as negociações.

Comentários

- Pub -