Autarca de Alcácer responde a ministro da Agricultura

111
visualizações

Vítor Proença diz que Capoulas Santos se enganou no alvo e avisa que problema da rega no vale do Sado não está resolvido. Vale do Gaio e Pego do Altar somam 150 milhões de metros cúbicos de água e o Alqueva dá apenas 2 milhões

 

- Pub -

Depois de o ministro da Agricultura ter dito que o presidente da Câmara de Alcácer do Sal “desconhece” que o concelho já é abastecido por água do Alqueva, referindo que as críticas do autarca, eleito pela CDU, são “infundadas”, o autarca responde, hoje, que Capoulas Santos “enganou-se no alvo”.

“O senhor ministro deveria querer responder à líder do CD-PP, que no próprio dia criticou fortemente o Governo”, disse hoje Vítor Proença ao DIÁRIO DA REGIÃO.

“O que tenho vindo a dizer é que há um problema grave no Vale do Sado, com a seca a ameaçar seriamente a produção de arroz, e que o abastecimento de água tem que ser feito a partir do Alqueva. A barragem de Vale de Gaio tem capacidade para 60 milhões de metros cúbicos de água e do Alqueva vão chegar apenas 2 milhões. O Pego do Altar tem capacidade para 90 milhões e do Alqueva vão vir zero.”, explica o autarca para vincar que “o problema está longe de ficar resolvido”.

“O problema da rega no Vale do Sado vai manter-se e o ministro responde com uma habilidade”, atira Vítor Proença, concluindo que a ligação do abastecimento do Alqueva ao vale de Gaio, apesar de “insuficiente”, mostra que “a luta do município, ao lado dos agricultores, tem valido a pena”.

A resposta de Vítor Proença surge após um comunicado do ministro, divulgado na quarta-feira.
“O Governo lamenta as declarações do presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal relativamente à inexistência de respostas à escassez de água. São declarações infundadas que revelam um desconhecimento que seria fácil de colmatar com reduzido esforço”, referia em comunicado o gabinete do ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos.
O documento acrescenta que o concelho de Alcácer do Sal já é abastecido por água do Alqueva desde sexta-feira.
“O autarca critica a falta de ligação de Alqueva às barragens de Vale do Gaio e de Pego do Altar, revelando desconhecer que a barragem de Vale do Gaio está já não só ligada a Alqueva, mas a receber água desta origem desde a passada sexta-feira”, acrescenta o comunicado.

 

Comentários

- Pub -