Yekini e Makukula marcaram no último triunfo na Feira

15
visualizações

Vitória focado em voltar a festejar no reduto do Feirense. Estágio a partir de amanhã em Lousada

 

- Pub -

 

Com o objectivo de preparar com máxima tranquilidade o duelo de segunda-feira, 20:15 horas, no reduto do Feirense, o Vitória FC vai entre amanhã e o dia do jogo estagiar em Lousada, vila do distrito do Porto que fica a cerca de 65 quilómetros de distância de Santa Maria da Feira, cidade onde os sadinos venceram pela última vez em 1991/92. Desde essa época, o clube realizou seis partidas oficiais (três no segundo escalão e, mais recentemente, três na I Liga) no Estádio Marcolino de Castro e em nenhuma delas conseguiu regressar a Setúbal com a vitória.

Para encontrar o último triunfo dos setubalenses na Feira é preciso recuar a 15 de Março de 1992, dia em que, a contar para a 24.ª jornada da então denominada 2.ª divisão de Honra, a equipa treinada por Raul Águas impôs-se por 2-0 com golos de Yekini e Makukula, ambos apontados na segunda parte do encontro. Daí para cá o melhor que o Vitória conseguiu foram dois empates (1-1 em 1992/93 e 2016/17, respectivamente, na 2.ª divisão e I Liga) frente a um clube que cumpre a sétima época no escalão principal.

O histórico difícil dos verdes e brancos com o Feirense não esmorece em nada a determinação dos sadinos. Actualmente com 25 pontos – 10 de vantagem para os fogaceiros que somam 15 e seguem na última posição da classificação –, o Vitória sabe que, numa altura em que faltam oito jornadas para o final da competição, um triunfo cava um fosso de 13 pontos para o Feirense, que ficaria assim quase irremediavelmente afastado da luta pela permanência.

Além de terem pela frente um oponente directo, os comandados de Sandro Mendes sabem que todos os pontos averbados a cada jornada interessam para as contas finais. Com sete clubes separados por poucos pontos – Marítimo (27), Nacional, Boavista, Aves (todos com 26), Vitória e Tondela (25) e Chaves (24) –, a luta antevê-se titânica até ao último fôlego, à semelhança do que tem acontecido em Setúbal nas épocas recentes

Numa ronda em que o Chaves defronta o Sporting e o Benfica recebe o Tondela, o Vitória, caso tenha êxito na Feira e os transmontanos e beirões percam com leões e águias, pode capitalizar os pontos para ganhar distância. Como o duelo com os fogaceiros encerra a jornada 27 na segunda-feira, quando entrarem em campo no Estádio Marcolino de Castro, os vitorianos já saberão os desfechos dos adversários.

Sílvio fez trabalho específico

Depois de no dia anterior ter feito tratamento por estar a recuperar de lesão muscular, o defesa Sílvio, de 31 anos, já esteve ontem no campo a fazer trabalho específico, havendo a possibilidade de hoje, após reavaliação do departamento médico, poder integrar o treino. Recorde-se que o jogador, que era titular há seis jornadas, esteve ausente com o Braga por se ter lesionado no dia anterior ao encontro com os minhotos.

Tal como ontem, o plantel treina hoje de manhã no Complexo Desportivo Municipal de Palmela. Os internacionais Makaridze (Geórgia), Jhonder Cádiz (Venezuela) e Mendy (Guiné Bissau) não estarão ainda às ordens da equipa técnica liderada por Sandro Mendes por continuarem ao serviço das respectivas selecções A.

 

Comentários

- Pub -