Secretária de Estado da Cultura marca presença na estreia da nova produção do TAS

40
visualizações

O Teatro Animação de Setúbal estreia hoje, Dia Mundial do Teatro, a sua nova produção “Vamos Comprar um Poeta”. Na plateia, marcará presença Ângela Ferreira, Secretária de Estado da Cultura, em homenagem “a todos os que no distrito de Setúbal celebram o Teatro”

 

- Pub -

 

 

 

Celebra-se hoje o Dia Mundial do Teatro. Por toda a cidade, durante todo o mês, tem acontecido e continua a ter lugar um vasto programa de actividades dedicado a esta arte. Hoje, “A Noite da Dona Luciana”, peça do Teatro do Eléctrico, junta Custódia Gallego, José Leite, Márcia Cardoso, Rafael Gomes, Rita Cruz e Vítor Oliveira numa comédia que lança o espectador numa espiral entre a verdade e o delírio, a paixão e o humor negro, sobe ao palco do Fórum Municipal Luísa Todi, pelas 21h30. E entre outras actividades a decorrer por toda a cidade, o Teatro Animação de Setúbal estreia, pelas 18h00, no Teatro Bolso, a sua peça “Vamos Comprar um Poeta” e contará com a presença da Secretária de Estado da Cultura, Ângela Ferreira”, para assistir à primeira exibição da nova produção da companhia setubalense.

 

“A nossa presença no Teatro de Animação de Setúbal é uma homenagem a todos os que no distrito de Setúbal celebram o Teatro, uma arte que é colectiva e participativa”, começa por dizer Ângela Ferreira, Secretária de Estado da Cultura, a O SETUBALENSE – DIÁRIO DA REGIÃO. “O TAS é uma das companhias mais importantes do distrito e que, há muitos anos, se dedica a levar aos mais novos e à população uma forma de arte que não precisa de códigos para ser decifrada. Ajuda-nos a aprender mais sobre os nossos autores através do teatro e como podemos incorporar a arte no nosso dia a dia. Esta é, aliás, uma das missões do Plano Nacional das Artes, no qual estamos a trabalhar, e que irá estimular o envolvimento da comunidade educativa no acesso à cultura”, continua, sublinhando que “assinalamos o Dia Mundial do Teatro com uma companhia que viu o seu trabalho reconhecido no âmbito dos apoios às artes, e que incorpora uma dimensão essencial do teatro: ter as portas abertas todos os dias”.

 

É na sua casa, o Teatro de Bolso, que o Teatro Animação de Setúbal receberá a Secretária de Estado da Cultura e todo o público para a estreia de “Vamos Comprar um Poeta”, a 135ª produção da companhia. A partir do texto de Afonso Cruz, com adaptação e encenação de Célia David, “a peça é para todos mas apostamos especialmente no público juvenil, que não é muito contemplado nos espectáculos, uma vez que estes acabam por ser ou para crianças ou para adultos”, explica a directora do TAS. “Temos 43 anos de existência, mantemo-nos no activo e continuamos a acreditar que o nosso trabalho é de extrema importância para o enriquecimento da vida cultural da cidade e da região. A prova disso é exactamente o reconhecimento que esta visita tem, a valorização do nosso estatuto e o mérito que fomos alcançando ao longo destes anos. Estamos muito orgulhosos com esta visita, que já há algum tempo não acontecia”, adianta, realçando que “é uma honra que a estreia do TAS tenha sido a escolha da Secretária de Estado da Cultura para comemorar o Dia Mundial do Teatro. Não estamos esquecidos. A qualidade artística da actividade que desempenhamos, a dinâmica constante e o enorme empenho no trabalho são a nossa maior distinção”.

 

A peça, que retrata uma sociedade em que o materialismo controla os aspectos da vida e onde a dinâmica familiar vai ser modificada pela adopção de um poeta em vez de um animal de estimação, conta com André Moniz, Duarte Victor, Miguel Assis, Sónia Martins e Susana Brito no elenco, e repete no dias 28, 29 e 30, às 21h30, e 31 pelas 16h00, no Teatro de Bolso.

 

Apoios às artes no distrito e no concelho de Setúbal

Nos concursos sustentados de apoio às artes para o período 2018-2021, o Ministério da Cultura atribuiu mais de cinco milhões de euros a 14 organizações e estruturas artísticas do distrito de Setúbal.

 

Entre as estruturas apoiadas, encontram-se a Associação dos Amigos do Tocá Rufar, com apoio quadrienal, e a Musicamera, com apoio bienal, ambas no Seixal, a Companhia de Dança de Almada, a Companhia de Teatro de Almada e o Teatro Extremo, os três a receber apoio quadrienal. Em Sines, a Contra Regra – Associação de Animação Cultural recebe apoio bienal, a par da OUT.RA – Associação Cultural do Barreiro e da Pedra Angular – Associação dos Amigos do Património da Diocese de Beja, em Santiago do Cacém. Em Palmela, são apoiadas a Cooperativa de Teatro e Animação O Bando, CRL e a Passos e Compassos, ambas com apoios a quatro anos.

 

São quatro as estruturas sedeadas no concelho de Setúbal, com um total de apoio que ultrapassa os 423 mil euros. São elas a Associação Divino Sospiro, na área da música, a FIAR, uma associação cultural que se dedica ao circo contemporânea e às artes de rua, o Teatro Animação de Setúbal e o Teatro Estúdio Fontenova, que neste Dia Mundial do Teatro ruma a Albufeira, para marcar presença no Festival T, com “Ah! Minha Dinamene”, levando a sua cidade no coração. A companhia regressa este sábado, dia 30, ao Fórum Municipal Luísa Todi, com a sua mais recente produção “Auto da Índia” a subir ao palco pelas 21h30, e a repetir no dia seguinte, 31, pelas 17h00.

Comentários

- Pub -