Trabalhadores da limpeza do Hospital de S. Bernardo em greve

54
visualizações

Cerca de 90 trabalhadores da empresa Ambiente & Jardim II queixam-se de não receberem subsídio de risco e alimentação. Hospital não esclarece se limpeza fica afectada

 

- Pub -

 

 

Os colaboradores em regime de contratação externa, que realizam serviços de limpeza e manutenção no Cento Hospitalar de Setúbal (CHS), encontram-se em greve desde ontem.

Vivalda Silva coordenadora nacional do STAD – Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas e Actividades Diversas explica que os trabalhadores subcontratados pela empresa Ambiente & Jardim II, que presta serviços de limpeza e manutenção ao CHS, deve-se ao facto de a empresa a não fazer “actualização de salários” e de  pagar “subsídios de alimentação e de risco”. Uma situação que está a afectar os cerca 90 trabalhadores da empresa.

A greve prossegue hoje e, segundo Vivalda Silva, “até ao momento a empresa não se mostrou disponível para solucionar a situação dos seus colaboradores, inclusive tem vindo a encerrar portas e a reabrir actividade com diferentes nomes ao longo dos anos”, alega a representante do sindicato.

O SETUBALENSE – DIÁRIO DA REGIÃO contactou a empresa Ambiente & Jardim II mas até ao fecho de edição não foi possível estabelecer qualquer contacto.

Também o Centro Hospitalar de Setúbal optou por não efectuar qualquer declaração pública sobre o caso, adiantando apenas que os colaboradores trabalham em regime de contratação externa e por esse motivo cabe à empresa responsável encontrar as melhores soluções para a situação.

Comentários

- Pub -