“A equipa deu uma resposta muito forte aos últimos dois percalços”

11
visualizações

O Desportivo Fabril, que havia sofrido duas derrotas nos dois jogos anteriormente disputados, em Sesimbra e em Sines, regressou as vitórias no passado domingo no jogo que disputou com o Alfarim, agora sob o comando de Filipe Romão, coordenador desportivo e ex-adjunto de Nuno Guia que deixou o clube no decorrer da última semana.

- Pub -

Foi um jogo muito bem disputado, intenso e com momentos de bom futebol, acabando por ganhar a equipa mais forte e que mais fez por merecer a vitória”, disse no final da partida ao site do clube, Filipe Romão.

No que respeita à primeira parte, o novo responsável técnico do Desportivo Fabril adiantou que “nos primeiros 30 minutos jogámos num bloco alto, obrigando o adversário a jogar longo. Conseguimos sair com sucesso na primeira e segunda fase de construção com um grande envolvimento colectivo, pecando apenas na execução ou na tomada de decisão, no último terço ofensivo. Acabámos por fazer dois golos de forma justa que evidenciava a superioridade da nossa equipa. Porém, nos últimos 15 minutos da primeira parte começámos a ter algumas dificuldades na pressão e começámos a deixar muito espaço entre linhas, que nos obrigou a jogar num bloco médio, por mérito do adversário”.

Depois, na segunda parte acrescentou Filipe Romão, “acabámos por sofrer o golo na fase inicial, de forma inesperada, quando nada o fazia prever. Para além do golo, a equipa do Alfarim não conseguiu criar mais nenhuma oportunidade clara de golo. Podíamos, por diversas vezes, ter sentenciado a partida com o terceiro e o quarto golo, mas acabámos por ser perdulários. O terceiro golo acabou por surgir já na recta final, em tempo de descontos.”

Desta forma, deixou bem vincado, “a equipa deu uma resposta muito forte perante os últimos dois percalços dando início, sem qualquer dúvida, a um novo ciclo vitorioso”.

Comentários

- Pub -