Autarquia aplica multas a quem não respeitar ambiente e limpeza urbana

131
visualizações

A campanha “Todos Juntos Por Um Melhor Ambiente” desafia os munícipes a manter as ruas do concelho limpas. Quem não respeitar as regras incorre em coima que pode chegar a 2 400,00 Euros

 

- Pub -

 

 

A Câmara Municipal da Moita lançou uma nova fase da campanha de sensibilização ambiental “Todos Juntos Por Um Melhor Ambiente”, agora dedicada à problemática dos dejectos animais no espaço público, subordinada ao slogan “E agora o meu dono vai apanhar multa!”.

Uma acção desenvolvida como continuidade das fases “O meu dono não apanha e eu é que sou porcalhão!” e “O meu dono continua sem apanhar…”, através da qual, a autarquia pretende dar cumprimento ao artigo 41 do Regulamento do Serviço de Gestão de Resíduos Urbanos, com a aplicação de uma coima que pode ir até 2 400,00 Euros para os munícipes que não recolham da via pública os dejectos dos seus animais de companhia.

No âmbito desta nova acção a autarquia defende que, “a qualidade do Ambiente em que vivemos não depende só da atuação dos serviços camarários, mas também dos nossos gestos diários”.

 

“Contribuir para um concelho mais limpo e amigo do ambiente”

 

Miguel Canudo, vereador responsável pelo pelouro do Ambiente na Câmara Municipal da Moita, expõe que a campanha de sensibilização ambiental “Todos Juntos por um Melhor Ambiente” surge na sequência de “uma das prioridades definidas para este mandato autárquico: melhorar a imagem urbana em termos ambientais”. Campanha em que o vereador destaca ainda as fases que incidiram sobre as áreas “Monos e Resíduos de Jardim”, “Limpeza Urbana” e “Recolha de óleos Usados”.

Através de “Todos Juntos por um Melhor Ambiente” a autarquia pretende “chegar mais perto dos munícipes, sensibilizando-os para a importância de adopção de hábitos comportamentais renovados” e “contribuindo para um concelho mais limpo e ‘amigo do Ambiente’”.

Quanto a resultados, sobre a totalidade da campanha “Todos Juntos por um Melhor Ambiente”, Miguel Canudo confirma que têm sido positivos. “Porém ainda existem áreas, como a limpeza urbana e os dejectos caninos, em que a mudança de comportamentos está a ser mais difícil. Neste último caso, a campanha teve de se desdobrar em três etapas, para uma melhor interiorização da necessidade de mudança de comportamentos”.

Quanto a comportamentos conquistados, o vereador considera inegável “o aumento do número de munícipes que contactam os serviços municipais para obter informações sobre os dias de colocação de monos/verdes” e, “ao nível da produção de óleos alimentares usados (OAU), o crescente aumento na utilização dos oleões” que levou, inclusive, ao aumento da periodicidade na recolha destes equipamentos.

A decorrer desde 2018, “Todos Juntos por um Melhor Ambiente” já é uma Marca Nacional, uma distinção atribuída pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial.

Comentários

- Pub -