Novo contrato eduLUX permite poupar 200 mil euros em energia

46
visualizações

O concelho da Moita aposta na eficiência energética nas escolas básicas do seu parque escolar. Uma medida implementada em conjunto com os municípios do Barreiro, Montijo e Alcochete

 

- Pub -

 

A S.ENERGIA – Agência Regional de Energia para os concelhos do Barreiro, Moita, Montijo e Alcochete assinou, nos Paços do Concelho, na Moita, o contrato de adjudicação no âmbito da medida eduLUX. Um contrato que permitirá uma maior eficiência energética na iluminação interior de escolas básicas do 1º ciclo.

A medida eduLUX vai permitir a substituição de 27 478 lâmpadas em cerca de 200 escolas do primeiro ciclo. Como resultado previsto desta medida, estima-se uma redução total de consumo de energia eléctrica de 1.635.930 kWh/ano, representando a poupança anual de cerca de 200 mil euros. Uma medida que entrará já em vigor a partir da próxima semana, com a distribuição e instalação das lâmpadas.

O eduLUX foi assinado pelo vereador da Câmara da Moita e presidente do Conselho de Administração da S.ENERGIA, Miguel Canudo. Assim como pela Administradora-delegada, Susana Camacho e pela empresa vencedora do concurso público internacional, na presença do presidente da autarquia, Rui Garcia. Um projecto que surge como resultado de uma candidatura ao PPEC – Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Eléctrica da ERSE e permite não só reduzir substancialmente os consumos de energia nas escolas, como melhorar a qualidade da iluminação das salas de aulas nos concelhos do Barreiro, Moita, Montijo e Alcochete, municípios que integram a S.ENERGIA.

Também Palmela, Sesimbra, Setúbal, Seixal e Loures, participam nesta medida, enquanto municípios que integram as Agências de Energia parceiras desta candidatura: ENA, AMESEIXAL e AMEAL.

Comentários

- Pub -