Município investe 1,5 milhões de euros no Navegante até 2020

72
visualizações

A Câmara Municipal da Moita anuncia que, a par do investimento previsto em Orçamento de Estado para a implementação no novo passe social, até 2020 terá um investimento próprio superior a 1 milhões de euros

 

- Pub -

 

 

A Câmara Municipal da Moita anuncia que a redução no valor dos passes de transportes públicos, com entrada em vigor a partir do dia 1 de Abril, nos 18 municípios da AML – Área Metropolitana de Lisboa, será compensada por financiamento do Orçamento de Estado e das autarquias, no caso da Moita com um investimento de 634 mil euros do orçamento camarário de Abril a Dezembro deste ano. Passando este investimento para 792 mil euros anuais, a partir de 2020.

Neste contexto, à semelhança do que está previsto para os outros municípios da AML, também a população da Moita poderá usufruir da rede de transportes públicos, com um passe único, que, no máximo, custará 40,00 euros.

 

AML em suspense até dia 1 de Abril

 

O “Navegante”, nome atribuído ao novo passe único social, vai funcionar em todos os meios de transporte da AML, incluindo os operadores fora da rede rodoviária, como a Fertagus, a CP e a Soflusa. Um serviço intermodal que permitirá a circulação em diferentes meios de transporte.

Apesar destas medidas os municípios da AML têm afirmado as suas posições, no sentido de alcançarem um desenvolvimento integrado dos serviços de transporte público, com a prestação de serviços com mais qualidade e frequência horária.

Medidas previstas no Programa de Apoio à Redução Tarifária, que perspectiva acompanhar o novo passe social com um aumento da rede de transportes em cerca de 20 a 30%. No entanto, até ao momento, a AML ainda não apresentou quando e como o aumento da rede de transportes passará do papel, para a acção.

Comentários

- Pub -