Presidente da SIM aposta em mobilizar a população quintajense

64
visualizações

Jovem de 27 anos quer dar “um novo empurrão” à colectividade e uma das apostas é a preparação do centenário que se assinala em 2021

 

- Pub -

Renato Batista aceitou o desafio de um grupo de sócios e avançou com a candidatura a presidente da colectividade de Quinta do Anjo, quase com um século de existência.

O presidente eleito, apenas com 27 anos, promete “dar um novo empurrão na vida associativa quintajense”, contando com uma equipa renovada, que quer “dinamizar a cultura da sociedade que estava a ficar parada”. A mobilização da comunidade local em torno da colectividade aposta em projectos como a Escola de Música, a Banda Filarmónica, a Orquestra Ligeira, o Grupo de Guitarras, dança e o teatro, são áreas que “queremos dinamizar as actividades culturais e recreativas para que a SIM regresse ao patamar de referência que merece”, garante o jovem presidente.

Um dos projectos, assume, que “exigirá mais envolvência dos sócios e de todos os quintajenses será a preparação das comemorações do centenário da colectividade em 2021, que queremos que seja um marco na vida associativa”, mas até lá “iremos reerguer a instituição que faz parte da história desta terra”.

Neste caminho que “estamos a percorrer queremos restabelecer ligações com as outras colectividades e instituições da freguesia e do concelho”, revela e “iremos promover actividades para dinamização do comércio local e empresarial”.

Currículo

A vida de Renato Batista tem estado desde sempre ligada à colectividade e aos oito anos ingressou como trompetista na Escola de Música. Estreou-se na Banda Filarmónica em 2003. Participou nas marchas populares, teatro e revista. Os pais foram dirigentes da colectividade e toda a família está ligada à SIM.

Comentários

- Pub -